Em qualquer website ou revista de viagens, você pode encontrar informações sobre diversas ilhas paradisíacas. Inclusive, aquelas com resorts, gente rica e bonita e muitos, mas muitos conselhos turísticos. Para alguns, as ilhas permanecem sendo um dos principais destinos. Talvez seja porque esse tipo de local possua elementos incríveis e suficientes para fazer com que qualquer um tenha vontade de relaxar.

O que você pode não saber é que existem várias outras ilhas que mesmo sendo lindas tem um passado não tão belo. Algumas delas já foram o lugar do pesadelo de várias pessoas. No passado, certas ilhas foram transformadas em prisões tanto para quem cometeu crimes quanto para aqueles que os governos simplesmente não queriam por perto. Mostramos algumas delas aqui.

1- Alcatraz

Essa ilha é uma das mais famosas no mundo todo. Ela fica na cidade de São Francisco, no estado da Califórnia. O nome do lugar veio depois de um explorador espanhol chamar o lugar de “Isla de los Alcatraces”, se referindo aos pássaros que sobrevoavam a ilha.

A ilha rochosa fica no meio da Baía de São Francisco e já abrigou alguns dos nomes mais perigosos dos Estados Unidos em sua prisão. O presídio era conhecido como “The Rock” e foi inaugurado em 1934. Foram mais de  30 anos de atividade, com mais de 1,545 presos passando por lá.

2 – Coiba

Essa é a maior ilha do Panamá. E tem tubarões como moradores cativos de suas águas. Antes da colonização, o lugar era habitado por indígenas. Depois ela chegou a ser habitada por piratas.

Até que, em 1919, foi projetado uma prisão na ilha para confinar os presos mais temidos do país. Mas além dos presos, Coiba também serviu para isolar os dissidentes políticos que foram enviados para lá durante as ditaduras militares de Omar Torrijos e Manuel Noriega.

3 – Ilha do Diabo

Logo pelo nome dessa ilha, na Guiana Francesa, já podemos esperar algo ruim. Assim como o próprio nome sugere, várias pessoas foram mandadas para essa ilha-prisão para passar seus últimos dias.

Em 1854, Napoleão III estabeleceu a ilha como centro de detenção. A Ilha do Diabo parou de ser uma prisão em 1938. Mas até essa data, mais de 80 mil criminosos franceses, espiões e presos políticos ficaram na ilha.

4 – Galápagos

Entre 1946 e 1959, o governo do Equador usou Isabela, que é a maior ilha dos Galápagos, como uma colônia agrícola. Nesse tempo, quase 300 prisioneiros, tanto criminosos, como dissidentes políticos, foram mantidos sob condições de vida bem duras.

Alguns dos prisioneiros acabaram morrendo durante a construção de uma muralha. Ela ficou conhecida como o “Muro das lágrimas”.

5 – Île Sainte-Marguerite

Essa ilha fica ao largo da costa de Cannes, no mar Mediterrâneo. E ela já foi o lar de um dos presos mais curiosos da história. Essa pessoa teve sua identidade escondida por uma máscara. E foi levada para a prisão em 1687, na época do reinado de Luís XIV.

O preso foi transferido para a Bastilha e morreu em 1703, com 45 anos. O mais curioso é que a identidade do preso e o motivo de sua prisão são desconhecidos. A teoria popular diz que era o irmão mais velho de  Luís XIV. E foi essa história que inspirou o filme “O homem da máscara  de ferro”.

6 – Patmos

A ilha de 13 quilômetros quadrados na Grécia foi, segundo a tradição cristã, o exílio do apóstolo João em 95 d.C. depois que ele foi perseguido pelos romanos. Foi nessa ilha que ele teria escrito o livro do Apocalipse.

Depois de dez séculos, um mosteiro foi construído na ilha e dedicado ao apóstolo. O que fez com que Patmos se tornasse um lugar bastante visitado por peregrinos.

7 – Ilha de Robben

Essa ilha na África do Sul fica a aproximadamente 11 quilômetros da Cidade do Cabo. Por muito tempo ela foi usada como um lugar de exilio. A ilha foi usada por britânicos e holandeses, entre 1846 e 1931, como uma colônia de leprosos e também como hospital psiquiátrico.

Depois disso, a ilha ainda teria notoriedade sendo uma prisão política para as pessoas que se opunham ao regime do Apartheid. Várias pessoas conhecidas,  como Nelson Mandela e Robert Sobukwe, o atual presidente do país foram detidos nessa prisão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here