Você é do tipo que cozinha? Se sim, sabe perfeitamente que dentro de uma cozinha pode ocorrer diversos tipos de acidentes. Obviamente, você pode cortar o dedo com uma faca afiada ou até mesmo sem corte. Além disso, pode também, por exemplo, deixar uma tábua cair bem em cima do pé. Enfim, o que queremos dizer aqui é que inúmeras lesões e uma infinidade de contratempos acontecem dentro de uma cozinha.

Sabendo disso, resolvemos compilar aqui uma série de acontecimentos que podem ser, digamos, piores que qualquer método de tortura. Afinal, cozinha alguma pode ser considerada playground, seja ela a da nossa casa ou de um restaurante. Não acredita? Confira então, sete casos que provam que estamos certos.

1 – Pimentas

Existe uma gama de pimentas. Todos sabemos. Além disso, sabemos também que esses alimentos precisam ser manuseados de forma correta. Por isso, é preciso ter atenção. Sim, parece óbvio, mas tem muita gente que esquece disso. E é exatamente aí que mora o perigo. Você está lá, tranquilo, na sua cozinha, preparando aquele prato delicioso e decide dar um toque a mais utilizando uma pimenta. E, após manuseá-la, esquece de lavar as mãos. De repente, você acaba tocando uma parte sensível do corpo, como por exemplo, o olho. Já imaginou a dor que uma pimenta pode causar? Nem queira.

2 – Barbatanas de robalo

Você é fã de peixe? Se sim, procure ter cuidado quando for preparar certas espécies. As barbatanas do robalo, por exemplo, são extremamente afiadas. Por isso, os profissionais que trabalham em portos ou peixarias utilizam luvas específicas para limpar tal espécie. Caso não saiba preparar um robalo, ou qualquer outro tipo de peixe, o melhor é pedir ajuda. Não invente moda, você pode se machucar e feio.

3 – Cafeteira Moka

Não são somente alimentos que causam acidentes dentro de uma cozinha. Como dissemos no início, utensílios também. E a cafeteira Moka é uma delas. Muitos já se queimaram fazendo um simples café ou esquentando água, para fazer um delicioso chá. Muitas dessas queimaduras já levaram muita gente direto para o hospital. Há também relatos de pessoas que, por não manuseá-la de forma correta, sofreram ferimentos pois a cafeteira acabou explodindo. Como? Da mesma maneira que uma panela de pressão.

4 – Semente de mamona

A semente da mamona possui ricina. Basicamente, a ricina é uma toxina que, dependendo da quantidade ingerida, pode, por exemplo, ocasionar coágulos sanguíneos. Além disso, pode levar até à morte. Porém, quando não leva a óbito, causa queimação na garganta, diarreia, entre outras coisas.

5 – Forno

Extremamente perigosas e com uma incidência muito grande nos lares brasileiros, as queimaduras podem ser classificadas em três graus diferentes. Daí já percebemos que a coisa não é brincadeira. Se você se queima no meio de um projeto culinário, dependendo da queimadura, pode dizer ‘adeus’ à comida e ‘olá’ ao hospital. Por isso, quando for manusear qualquer coisa muita quente, como, por exemplo, um forno de cozinha, use luvas.

6 – “leo quente

Acredito que as piores queimaduras são aquelas ocasionadas por óleo quente. Gente, dependendo do quão quente está o óleo, a substância é capaz de atravessar qualquer parte do corpo. Nos casos de queimaduras provocadas por água quente, óleo quente, fogo ou qualquer fonte de calor, é necessário lavar a área afetada, com água corrente à temperatura ambiente. Em seguida, cubra a região com um pano limpo (evite tecidos ou materiais que grudem no ferimento, como algodão).

7 – Dentes de peixe

Existem algumas espécies de peixes cujos dentes são extremamentes afiados. Por isso, é bom ter cuidado. Quer um exemplo? Barracudas. A barracuda é um dos peixes com os quais você não quer ficar cara a cara. Isso porque sua aparência impressionante e sua musculatura potente fazem dele um dos predadores mais temidos do oceano. Além disso, os dentes das barrucadas são mais afiados que uma faca. Mais uma vez, solicite para que um profissional limpar peixe. Ou compre-o limpo, se puder.

Deixe uma resposta