A TV surgiu no Brasil em 1950. Desde então, várias emissoras de TV foram criadas e acabaram se popularizando bastante com o passar dos anos. Além da TV paga, existem várias opções entre os canais abertos. A Rede Globo de Televisão é a maior emissora do Brasil e uma das maiores do mundo. Diariamente, 200 milhões de pessoas assistem a emissora, tanto no Brasil como no exterior. Ela foi fundada em 1965, e nesses 55 anos, já passou por várias mudanças e ainda está passando.

Globo está fazendo várias mudanças. O elenco da emissora sendo artistas, apresentadores e jornalistas está mudando. E alguns grandes nomes, que várias gerações cresceram assistindo, já não fazem parte da emissora.

Renato Aragão, o eterno Didi, é um desses nomes. Ele faz parte da história da teledramaturgia brasileira. E o humorista ficou marcado na memória de todos por suas cenas engraçadas em “Os Trapalhões”. Mesmo fora da Globo, Renato Aragão teve e tem um grande impacto na nossa cultura. Por isso, mostramos aqui alguns personagens e bordões inesquecíveis feitos por ele.

1 – O Maluco

Dentre os vários personagens que Aragão fazia estava o Maluco. O personagem era caracterizado por ser completamente louco e usar uma espécie de chapéu que, na parte de cima, era uma luva.

2 – O Soldado 49

Esse, na verdade, não era um personagem. Mas sim Didi, em um quartel do exército interpretando um recruta junto com seus Trapalhões. Dedé era o Soldad0 42, Mussum, o 98, e Zacarias 0 45.

Quem era o comandante dessa tropa era o icônico Sargento Pincel. E ele era o alvo das peças que Didi e seus amigos sempre pregavam.

3 – Ô psit!

É impossível alguém falar isso e não se lembrar de Didi na mesma hora. Renato Aragão também ficou conhecido por seus vários bordões. Ele os usava para se referir aos telespectadores os chamando de “ô da poltrona”, “ô psit”.

4 – Severina

Severina era uma senhora que estava sempre com um lenço e bobes na cabeça. E a personagem também tinha o seu próprio bordão. Ela falava “Arô, comadre? É ieu”. Sempre que Severina aparecia, ela estava falando com sua comadre no telefone e contando as coisas mais absurdas sobre política.

5 – Didi

Claro que Didi é o personagem mais famoso feito por Renato Aragão. Tanto que os mais jovens podem não ter visto “Os Trapalhões”, mas conhecem Didi. Isso porque  ele fez vários filmes. Como por exemplo, “Didi e o Segredo dos Anjos”, “O Guerreiro Didi e a Ninja Lili”, “O Cavaleiro Didi e a Princesa Lili”, “Didi, O Caçador de Tesouros”, “Didi Quer Ser Criança” e “Os Saltimbancos Trapalhões: Rumo a Hollywood”.

6 – Didizinho

O humor de Renato Aragão era voltado para as crianças. E em seu programa “Turma do Didi”, ele fazia o personagem Didizinho. Como parte da caracterização ele se vestia com roupa de criança, babador e fralda. E claro, mesmo sendo um bebê, ele aprontava as maiores confusões.

7 – No céu tem pão?

Uma das frases mais conhecidas da carreira de Renato Aragão foi a icônica “no céu tem pão?”. Ela foi dita durante uma edição do programa “Criança Esperança”, quando o humorista estava contando uma história triste de uma criança bem pobre que estava prestes a morrer e perguntava isso para sua mãe.

Claramente, o momento foi bastante emocionante. E até os dias de hoje, as pessoas nunca se esqueceram dessa frase.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here