A Primeira Guerra Mundial foi um dos maiores conflitos armados da história da humanidade. Milhões de pessoas perdem a vida nos campos de batalha lutando contra outros países. Todos os erros cometidos causaram um caos mundial. Soldados eram convencidos a ir à campo com propostas que nem sempre eram verdadeiras.

Assim, a Convenção de Genebra proibiu esse tipo de conflito e o uso do armamento do campo de batalha, como armas químicas. Muitos países não se contentaram com o acordo e queriam continuar a guerra. Para enganar o povo, inventavam diversas mentiras para justificar o massacre das milhões de pessoas.

A democracia e o patriotismo eram alguns dos conceitos que foram deturpados para chegarem ao ponto: ver vantagens na guerra. Além disso, há muito mais. Confira aqui 7 destas mentiras contadas:

1- Defesa da Democracia

Para justificar a guerra, a Alemanha foi um dos países que disse a todos que visava à autocracia (regime em que o governante detém esse poder ilimitado e absoluto) durante a época. Além disso, lutava para defender os valores civis contra um Estado militarista.

 2- Obrigação do Tratado

A Grã-Bretanha criou um acordo fictício que tinha como objetivo defender a neutralidade da Bélgica. Os alemães ofereceram garantias de integridade belga, o que o governo britânico recusou.

 3- Corrida Naval de Armas

A concorrência entre os dois países sobre os mercados e recursos causou uma corrida armamentista naval entre eles. A Grã-Bretanha não permitiu que a Alemanha se expandisse economicamente, o que causou diversos conflitos.

 4- Ataque alemão

O Ministério das Relações Exteriores da Grã-Bretanha inventou um ataque imaginário alemão à França. A razão era simplesmente para justificar sua declaração de guerra contra a Alemanha.

 5- Incompetentes “burros”

General Haig era um oficial militar que dizia a todos não ser um indivíduo incompetente, e ressaltava seus atributos no cargo. Mas, na verdade, ele se mostrou o contrário de tudo que dizia ser. Seus ataques falharam, o que resultou na morte de 57 mil soldados no primeiro dia de batalha.

6- Capitalismo Triunfante

Há quem diga que o fim da Primeira Guerra Mundial promoveu a ascensão do capitalismo liberal. Mas pelo contrário, a maioria dos países envolvidos na guerra estava bastante desestabilizada e teve dificuldades em se recuperar após o conflito.

 7- As vantagens da guerra

A fim de ver vantagens naquele conflito desnecessário, muitos disseram que a guerra valeu a pena. Na realidade, a guerra provocou um período de queda econômica e crise. A Grã-Bretanha, por exemplo, enfrentou uma década de declínio industrial.

Essas foram algumas das histórias criadas para mascarar a verdadeira face da Primeira Guerra Mundial. O conflito causou a morte de milhões de pessoas. Mesmo assim, alguns governantes tinham sede de batalha e queriam a todo custo continuar em campo. As mentiras contadas chegavam nas pessoas que acreditavam em boa parte do que era dito. Prova disso é que ocorreu uma Segunda Guerra Mundial.

Fonte

Deixe uma resposta