Por mais útil que seja a internet e os smartphones, hoje em dia, muita gente ainda vê essas tecnologias como negativas. É claro que tudo na vida tem um ônus e um bônus. No entanto, as pessoas geralmente culpam a internet pelo fim do contato físico. Ou até mesmo os celulares, por mortes no trânsito ou quando as selfies não dão certo. Mas sejamos sensatos, a culpa não é da tecnologia. E sim das pessoas que fazem mal uso dela. E outro detalhe importante, quando a internet foi criada, assim como os smartphones, nem existia esse propósito.

Na verdade, a utilidade dos smartphones e suas capacidades de internet é justamente conectar as pessoas e facilitar as suas vidas. E não o contrário. Talvez, essas histórias, de pessoas que foram milagrosamente salvas graças a essas tecnologias, te dê uma nova percepção sobre tudo isso. Literalmente, esse é o momento de se permitir ter esperança na internet e nos smartphones. Confira a seguir, 7 casos em que a internet e os smartphones salvaram vidas.

1 – Usuário do Reddit detecta envenenamento por monóxido de carbono

Em 2015, um usuário do Reddit, identificado como RBradbury1920, postou em uma comunidade de assessoria jurídica, buscando auxílio sobre o que fazer sobre o aparecimento de notas Post-its em sua casa. Entre as várias sugestões de outros usuários, uma teoria curiosa foi apresentada por Kakkerlak, e acabou salvando a vida do responsável pelo post. O outro usuário em uma tentativa de ajudar, vasculhou a história por trás do post do RBradbury1920, e percebeu que seu quarto tinha apenas 1×3 metros e não tinha janela.

Foi quando ele sugeriu ao RBradbury1920 que seu quarto poderia ter tido um vazamento de monóxido de carbono. Assim, ele poderia ter sido envenenado. Logo, ele mesmo era quem estava escrevendo as notas para si mesmo, sem se lembrar. Felizmente, o RBradbury1920 levou essa teoria a sério. Foi quando descobriu que o seu quarto realmente tinha um vazamento de monóxido de carbono. Ele então procurou atendimento médico e se recuperou do envenenamento.

2 – Graças ao Twitter, homem escapa de comer um peixe venenoso

Em 2016, o usuário do Twitter, Atto Narathiga, na época com 20 anos, postou uma foto de um peixe que ele e seus amigos pescaram durante uma viagem. No post, ele se disse muito empolgado e falou que não via a hora de cozinhar e comer o peixe com molho de soja. Obviamente, ele não sabia que o peixe em questão era um FileFish rabiscado, que é altamente venenoso. Mas, felizmente, ele foi salvo graças a outros usuários da rede social, que comentaram na sua postagem, orientando para ele não comer o peixe venenoso. Logo depois disso, ele postou que, graças ao alerta, ele soltou o peixe de volta na água. Ele e seus amigos pescadores estavam fora de perigo, graças aos comentários do seu post.

3 – Foto do Instagram leva ao diagnóstico de câncer

Essa foto comum de um avô com os seus netos, postada no Instagram, levou a um diagnóstico que salvou a sua vida deste senhor. A foto foi postada por Sarah Frei, onde está o seu avô, John Rzeppa, ao lado dos netos recém-nascidos. A dermatologista, e amiga de Frei que a segue na rede social, Jennifer Mancuso, viu a foto e notou um problema na imagem. A marca no rosto do avô de Frei indicava um melanoma, um tipo de câncer de pele. Alertada pela amiga, Frei levou o avô ao médico e, realmente, foi constatado o câncer. Mas, felizmente, graças ao diagnóstico precoce, ele se recuperou completamente da doença.

4 – Chamando uma ambulância pelo Twitter

Em 2010, a ciclista Leigh Fazzina, de 36 anos, estava participando de uma corrida na floresta de Connecticut. Ela acabou perdendo a visão e sofreu uma queda dolorosa, ao se chocar com uma árvore. A queda a deixou incapaz de se locomover e, à essa altura, todos os outros competidores já estavam muito a sua frente. Ela estava perdida, ferida e sozinha no meio da floresta. Ela até tentou gritar e pedir socorro, mas ninguém a ouviu. Então, ela tentou ligar para sua prima, que também participava da corrida, mas não conseguiu completar a ligação.

Sem muitas opções, Fazzina fez um post no seu perfil no Twitter, explicando a sua situação, e pedindo que alguém pedisse uma ambulância. Felizmente, os usuários atenderam ao seu pedido e, minutos depois, uma ambulância chegou para buscar a atleta. A diretora do Departamento de Bombeiros de Farmington disse que eles receberam ligações de todos os lugares do país. Se não fosse pela bondade dos usuários do Twitter, provavelmente, ela teria ficado horas perdida na floresta.

5 – Vida de jovem suicida é salva graças a uma usuária do Tumblr

Em 2013, uma garota de 18 anos postou no Tumblr que estava preste a se suicidar. O post recebeu vários conteúdos relacionados à depressão e suicídio, porém, todos eles foram ignorados. A jovem parecia ter desistido da vida e, logo após a postagem suicida, ela engoliu um frasco inteiro de comprimidos. Mas, felizmente, a sua mensagem foi interpretada como um pedido de socorro por uma outra usuária, que estava a milhares de quilômetros dela. Jackie Rosas era moradora da Califórnia e também tinha 18 anos. Quando viu o post, ela imediatamente contatou a linha direta de suicídio, que foi direcionada a polícia local. Assim, os policiais conseguiram encontrar a garota a tempo de levá-la ao hospital e ela sobreviveu. Rosas morava a cerca de 4.300 quilômetros de distância da garota, mas graças as redes sociais, ela conseguiu salvar a vida da moça.

6 – Reddit ajuda a encontrar mulher perdida

Em 2014, uma mulher de 59 anos, que sofria de demência grave, saiu de casa na cidade de Nova York, e não voltou mais. Seu filho, Josh Goldberg, a procurou por toda cidade e não a encontrou. A polícia e outras associações de pessoas desaparecidas se juntaram à busca, mas também sem sucesso. Sem muitas opções, Josh recorreu à comunidade do Reddit para tentar encontrar a sua mãe e, surpreendentemente, isso deu certo. Depois de descrever em detalhes as suas características físicas e as roupas que ela estava usando quando desapareceu, ele teve uma boa notícia. Uma usuária do Reddit, chamada geryorama, viu a mulher, com fisionomia similar a que ele descreveu, andando pela cidade. Ela viu o post e contatou Josh, informando que havia encontrado a sua mãe e a levou até o seu encontro. Josh não podia acreditar no poder da internet, até que ela o ajudou a encontrar a sua mãe.

7 – Homem usa aplicativo para ter instruções de primeiros socorros

Em 2010, uma comunidade do Haiti foi abalada por um terremoto devastador. Dan Woolley estava em um hotel, quando o mesmo desabou. O homem se viu sozinho, preso entre os destroços, com a cabeça e a perna sangrando. Em meio à situação caótica, ele conseguiu se manter calmo e encontrar uma solução rápida. “Eu tinha um aplicativo que pré-baixou todas essas informações sobre o tratamento de feridas. Então, eu olhei para cima do sangramento excessivo e olhei para a fratura exposta “, lembrou Woolley. O aplicativo “Pocket First Aid & CPR” reúne informações de primeiros socorros de hospitais renomados.

Assim, Woolley seguiu as instruções através do seu smartphone, usou sua camisa para enfaixar a perna e amarrou o cinto, para mantê-la segura. O aplicativo ainda o informou de que ele não poderia dormir, em caso de choque. Então, ele colocou o celular para despertar de 20 e 20 minutos, para manter-se acordado. Depois de horas preso sob os destroços, Woolley foi resgatado. Após o incidente, ele refletiu sobre o quanto o seu smartphone o ajudou a sobreviver.

E você, conhece algum caso parecido? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here