Os cerca de 700 alunos da Escola Municipal Professora Dinorah Albernaz Mello da Silva, em Juazeiro, norte da Bahia, só tiveram duas semanas de aula neste primeiro semestre. Isso porque a unidade foi fechada para reforma no dia 14 de fevereiro, com previsão de conclusão de 60 dias, mas até agora as obras não foram concluídas.

Lucinete Alves, secretária de Educação da cidade, informou que a empresa responsável pelo serviço atrasou a entrega da unidade e que, com isso, os custos da reforma, que eram de R$ 450 mil, subiram para R$ 550 mil.

“A empresa já foi notificada e se prontificou a entregar no final do mês de maio, para que os alunos voltem a estudar normalmente”, disse a secretária. (G1-BA).














Fonte

Deixe uma resposta