Iniciada mais um greve dos Correios Nacional na última quarta-feira (20), 80% dos funcionários aderiram ao movie movimento em Petrolina.

Na agência que fica no bairro Gercino Coelho houve protesto e os serviços de entrega de correspondências estão co prometidos desde o ano passado.

O processo de negociação entre empresa e trabalhadores já dura cerca de 50 dias, segundo a Fentect, que reivindica reajustes salariais de 8%,  “Até agora a empresa não apresentou nenhuma proposta no âmbito econômico. O único retorno que temos está relacionado à retirada de direitos como assistência médica, indenizações por acidente de trabalho e suspensão de férias”.








Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here