Sempre atento, o ator Carlos Vereza demonstrou a hipocrisia dos ‘produtores culturais’ que protestam contra a política cultural do governo.

Para tanto lembrou a dívida da Gege Produções, a produtora do cantor Gilberto Gil.

A produtora deve a bagatela de R$ 1 milhão. O dinheiro foi captado pela Lei Rouanet e a prestação de contas foi reprovada em 2017.

Os recursos foram negados e, segundo Vereza, esta semana saiu a decisão final. Não cabe mais recurso.

Gil tem que pagar a conta.

No texto publicado no Facebook, o ator expõe a situação e adverte o ex-ministro petista:“Vocês enganam a quem não tem informação”.

Deixe uma resposta