A operação da polícia nas fazendas de Padilha obteve um resultado surpreendente.

A Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, em função de requerimento Ministério Público Estadual cumpriu mandado de busca e apreensão na Fazenda Paredão, no município de Vila Bela da Santíssima Trindade.

Uma fazenda belíssima, paradisíaca, que para todos os 15 mil habitantes do pequeno município, tem como proprietário um cidadão de nome Marco Antônio Tozzatti.

Porém, o que pouca gente sabe e possivelmente nem a própria polícia tinha conhecimento, é que o sócio de Tozzatti é o atual ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Eliseu Padilha.

A operação conseguiu um resultado surpreendente. Apreendeu dois caminhões carregados de madeira extraída ilegalmente do Parque Estadual da Serra Ricardo Franco (área de proteção ambiental). Uma arma de fogo irregular também foi encontrada.

A medida se estendeu até a fazenda Jasmin, também de propriedade de Padilha. No local foram encontradas duas espingardas calibre 36 e uma motosserra.

Tais fatos aconteceram há exatos 11 meses, exatamente no dia 7 de julho de 2017.

Um lamentável flagrante de crime ambiental, que demonstra a polivalência de um dos principais ministros de Michel Temer.

Estranhamente, não se tem notícia da sequência desta ação.

Tudo indica que o processo dormita em alguma gaveta suspeita de alguma autoridade de Mato Grosso, a terra do ministro Gilmar Mendes.

É lamentável!

Informações do site jornal da cidade online

[NA]
BFC

Deixe uma resposta