Açougueiro que matou a irmã a facadas na frente do pai cadeirante é encontrado.

O açougueiro Pedro Miranda da Costa Júnior, de 19 anos, que assassinou a irmã a
facadas em Mongaguá, foi preso no final da noite de quinta-feira (4), em Itariri, por dois
policiais militares que estavam de folga. Ele alegou que se defendeu de um ataque da
vítima.
Os PMs reconheceram o rapaz por meio de fotografia de reportagem sobre o crime e
entraram em contato com policiais da Delegacia de Mongaguá, confirmando ser ele o
autor do homicídio de Vitória Caroline Ferreira Miranda Costa, de 22 anos.
As várias tatuagens que Pedro possui não deixaram dúvidas quanto à sua identidade.
Na Delegacia de Mongaguá, já durante a madrugada, ele confessou ter matado a irmã à
equipe do delegado Ruy de Matos Pereira Filho e do investigador Rogério Pinto.
Em razão de a captura ter ocorrido durante diligências ininterruptas iniciadas logo após a
notícia da morte de Vitória, Ruy de Matos autuou o açougueiro em flagrante por
homicídio qualificado, cuja pena varia de 12 a 30 anos de reclusão.
Segundo o investigador Rogério, Pedro indicou onde dispensou a faca de caça usada
para golpear a irmã, possibilitado a sua apreensão com sangue e cabelos da vítima. “O
objeto foi arremessado sobre o telhado de uma casa situada a duas moradias depois da
sua”.
O homicídio aconteceu no início da madrugada de quinta-feira, na casa onde moravam
Pedro e Vitória, sua irmã adotiva. O imóvel fica na Avenida Atlântica, no Jardim Marina.
O pai dos jovens testemunhou o crime, mas nada pôde fazer, por ser cadeirante.
O rapaz discutiu com a irmã por
considerá-la responsável pelo término
do relacionamento dele com a
namorada. Durante o desentendimento,
ele se armou com a faca e desferiu
diversos golpes na face e no peito de
Vitória.

O investigador Rogério informou que o açougueiro já foi preso em flagrante por tentativa de roubo de moto e possui passagens quando
adolescente por porte de droga e por crime ambiental (matar animal silvestre)


Post Views:
2

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here