O Tribunal Superior Eleitoral fez um cálculo preliminar de quanto cada partido vai levar do fundo eleitoral de R$ 1,7 bilhão aprovado pelo Congresso para as campanhas de 2018.

De acordo com os números, PMDB, PT e PSDB, que são os três maiores partidos do país, vão abocanhar R$ 577 milhões para gastar com suas candidaturas, o que equivale a 33,9% do total para o primeiro turno.

Contando com a maior bancada, o PMDB ficará com R$ 222,5 milhões. Em segundo está o PT, que receberá R$ 179,8 milhões, e, na sequência, o PSDB, que contará com R$ 174,6 milhões.

Ao todo, seis siglas vão dispor de mais de R$ 100 milhões para as eleições de 2018. Além de PMDB, PT e PSDB, entram no grupo o PP, com R$ 132,6 milhões, o PR, com R$ 106,6 milhões, e o PSD, com R$ 101 milhões.

Na outra ponta da tabela, os seis menores partidos – PSTU, PPL, PCB, PCO, PMB e Novo – vão ficar com R$ 874 mil cada um.

O DEM, que hoje conta com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ficará com R$ 77,1 milhões.

O PSB, alvo de cobiça do PMDB e do DEM, ficará com R$ 94,9 milhões.

O PTB contará com R$ 55 milhões, e o PDT, que deve lançar Ciro Gomes para a Presidência, terá R$ 51 milhões.

Os valores dizem respeito a quanto os partidos terão para gastar no primeiro turno das eleições, uma vez que 10% do dinheiro, no caso, R$ 170 milhões, está reservado para as campanhas de segundo turno.

De acordo com as regras aprovadas pelo Congresso, a divisão do R$ 1,7 bilhão se dá da seguinte forma: 10% é reservado para o segundo turno; 2% será dividido igualmente entre todos os partidos; 49% será rateado de acordo com o número de votos que cada sigla obteve para a Câmara Federal, 34% levará em conta o número de deputados federais de cada agremiação e outros 15% serão repartidos levando em conta o número de senadores dos partidos.

O TSE não calculou quanto cada sigla disporá no segundo turno pois os recursos são divididos somente onde a eleição chegar à segunda etapa.

Veja na tabela abaixo quanto cada sigla terá para financiar as eleições em 2018:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here