Suspeito, de 16 anos, foi levado para prestar depoimento na Delegacia de Limoeiro.

Um adolescente de 16 anos é o principal suspeito do assassinato da mãe, ocorrido nesta terça-feira (24) no município de Orobó, Agreste de Pernambuco.

A vítima teria sido esganada com a alça de uma bolsa pelo filho, que seria usuário de drogas. As informações foram confirmadas por um dos vizinhos da vítima, o jornalista da Prefeitura de Orobó Edinho Soares. A identidade da vítima foi preservada devido à menoridade do suspeito.

O suspeito foi levado pelo Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati) para o município Limoeiro (a 30 km de distância) para prestar depoimento na delegacia local ao delegado de Orobó, José Raimundo. De acordo com a Delegacia de Orobó, o corpo da mulher foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) do Recife e não tinha perfurações de faca ou bala, mas uma marca no pescoço. A perícia ainda não foi concluída.

Segundo informações preliminares da Polícia Civil, o rapaz chegou a avisar a avó que a mãe estava passando mal, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas a mulher já estava morta, em casa.

“O Gati estava por perto e chegou rápido. Quando os policiais entraram na casa, ele (o suspeito) estava mexendo no celular e não reagiu ao ser levado”, relatou Soares. O rapaz, que é filho único da vítima, chegou a postar uma mensagem para a mãe das redes sociais após a morte.

A vizinhança relata que a vítima era natural de Orobó, havia morado em São Paulo, mas voltou ao município depois que ficou desempregada. Ela estava trabalhando na unidade de saúde local como auxiliar de serviços gerais.

Fonte FolhaPE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here