Alexandre Garcia, endossando trecho do jornalista José Roberto Guzzo, resumiu perfeitamente a situação da imprensa nacional:

“O fato, comprovado pela memória digital onde tudo se grava, é que a mídia nacional resolveu participar da campanha eleitoral de 2018 tomando partido contra a candidatura de Bolsonaro – e contra a maioria do público, também.

Perdeu as eleições, já que o eleitorado decidiu fazer precisamente o oposto do que os comunicadores queriam que fizesse.

A essa altura, em vez de parar um pouco para perguntar se não havia nada a corrigir no roteiro seguido até ali, a imprensa dobrou a aposta.

Ficou ainda mais brava do que já estava durante a campanha; desde a eleição, trata o governo Bolsonaro como ilegítimo.

Não há sinais de que nada disso vá mudar nos próximos quatro anos.

Eu endosso essas palavras de Guzzo.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here