Este Blog já publicou que o prefeito de Afrânio (PE), Rafael Cavalcanti (PMDB), vai cortar salários de toda a equipe para economizar dinheiro, face à difícil situação financeira pela qual passa o o município. Mas parece que a falta de dinheiro alegada pelo gestor não é tão grande , como informa um atento leitor.

Ele nos enviou documentos informando que a atual gestão contratou por preços exorbitantes a empresa Rochasena Tansportes e Serviços Ltda, para realização do serviço de transporte de estudantes da rede municipal de ensino, em valores que giram em torno de R$ 3.929.948,21.

O valor corresponde aos serviços por um prazo de 200 dias letivos. A revolta do leitor se baseia no fato de que a empresa contratada, que fazia o mesmo tipo de serviço, nas mesmas rotas, e com os mesmos tipos de veículos, cujo contrato teve início em 2015 e válido até o final do exercício de 2016, era remunerada por R$ 2.522.057,80.

Em português claro, segundo sua denúncia, entre o mês de dezembro do ano passado e o início deste ano, houve um aumento de R$ 1.407.890,41.

Este aumento significa um considerável aumento mensal na faixa de R$140 mil.

O leitor diz ainda que esse aumento poderia ser evitado, pois o contrato anterior poderia ter sido prorrogado, o que significaria enorme economia para o município.

Além de enviar dados e material comprovando os valores das contratações, divulgados na internet pelo TCE-PE, o leitor informa que está denunciando o fato ao Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE, ao FNDE/MEC, à Controladoria Geral da União (CGU) e aos Ministérios Público Federal e Estadual, para que apurem as irregularidades. O Blog já pediu a resposta à Prefeitura de Afrânio e vai publicá-la pelas próximas horas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here