Os Cavaleiros Templários integravam uma ordem militar da Cavalaria, no período da Idade Média. Fundada em 1128, durante o Concílio de Troyes, por Hugo Peyens e Geoffrey de Saint-Omer, sua função era, principalmente, proteger cristãos peregrinos, que estavam indo até Jerusalém. Os cavaleiros faziam votos de pobreza, obediência e castidade.

Ao longo dos anos muitas foram as histórias e lendas criadas a respeito deles, que continuam a ser estudados até os dias atuais. Recentemente, pesquisadores descobriram uma rede de túneis ocultos sob uma cidade em Israel. Acredita-se que elas tenham sido construídas pelos integrantes da lendária ordem. Os túneis serviriam como passagem para a torre do tesouro.

Após muitos anos de escavações, diversas relíquias históricas deixadas pelos cavaleiros foram encontradas. A ordem foi desfeita pelo Papa Clemente V, em 1312, depois de fortes conflitos entre o rei Filipe IV da frança e os membros da Cavalaria. A descoberta foi documentada para uma nova série da National Geographic, chamada Lost Cities.

O arqueólogo Albert Lin e sua equipe, utilizando uma tecnologia óptica de detecção que mede propriedades da luz refletida de modo a obter a distância ou outras informações a respeito de um determinado objeto chamada LiDAR, detectaram artefatos ocultos sob a superfície da Terra. Isso através de varredura aérea, o que acabou por produzir mapas 3D precisos.

De acordo com a IFL Science, Lin e equipe examinaram uma área no porto de Acre, onde estaria localizada a fortaleza dos Cavaleiros Templários, há cerca de 800 anos. Assim, eles descobriram a enorme rede de túneis. Além do que parece se tratar de uma guarita, que estava enterrada sob a cidade de Acre.

Lendas e mistérios

“Esses monges guerreiros são o material da lenda, e seu ouro também”, disse Lin, no documentário. “Durante as Cruzadas, os Cavaleiros Templários lutam por Deus, ouro e glória. Em algum lugar da moderna cidade de Acre, fica o centro de comando e, possivelmente, o tesouro”.

Durante 100 anos, os Cavaleiros Templários estiveram no comando da cidade de Acre. Eles a controlaram depois de perderem sua sede em Jerusalém, em 1187, para o governante muçulmano Saladino. Dessa forma, a descoberta dos túneis reacende a suspeita dos pesquisadores de que o ouro dos Templários possa estar enterrado, em algum lugar, desses túneis subterrâneos.

Os Cavaleiros Templários receberam treinamentos para se tornarem combatentes habilidosos. O objetivo era proteger e promover o Cristianismo. Mesmo que, para isso, guerras precisassem ser estabelecidas. Além do mais, os templários foram responsáveis por levantar grandes fundos para financiar as Cruzadas.

Apesar do desejo dos pesquisadores em encontrar esse suposto tesouro da lendária ordem, não existem evidências que comprovem a existência do mesmo. Portanto, planos para escavação dos túneis recém-descobertos ainda precisam ser traçados. Com a descoberta dos túneis ainda ficou comprovado que a tecnologia LiDAR oferece melhorias significativas nos métodos de observação de artefatos ocultos. Além de que, muitas vezes, escavações desnecessárias podem ser evitadas.

Portanto, descobertas, impulsionadas pelo uso do LiDAR, facilmente ajudarão no descobrimento de tesouros escondidos sob à terra. Mesmo que nem todos eles sejam feitos de ouro.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião. Posteriormente, não esqueçam de compartilhar.

Deixe uma resposta