Um dos medalhões da política juazeirense, ex-deputado e ex-prefeito Joseph Bandeira lamentou a morte de Moanilton Mesquita Lopes, que foi vereador e ex-presidente da Câmara de Juazeiro nos anos 80. Antes do sepultamento de Moanilton, ontem (27), em Juazeiro, Bandeira aproveitou o momento para contar histórias que pouca gente já ouviu falar.

Ele relembrou um momento marcante do cenário musical da cidade, quando Moanilton e ele participaram do ‘Festival de Música de Juazeiro’, no ano de 1971. Nessa edição, Moanilton foi o vencedor, enquanto Joseph Bandeira ficou em 3º lugar.

No ano seguinte, Bandeira ficou em 1º lugar no mesmo festival. Um momento marcante do evento, segundo Bandeira, foi a presença de Caetano Veloso, que estava voltando do exílio. Bandeira disse que ele veio à cidade de graça, “só pela vida cultural”.

Caetano Veloso participou do festival e ficou na cidade por dois dias, somente pela “efervescência cultural” de Juazeiro. “Como os grandes homens, a vida política e cultural também vai morrendo”, disse Bandeira, ressaltando o legado deixado por Moanilton.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here