A expectativa no governo e oposição daqui por diante, com as definições da montagem das chapas majoritárias, é quanto as baixas causadas pela insatisfação de quem fica de fora.

A oposição, que oficializou o senador Armando Monteiro (PTB), como pré-candidato ao governo e Mendonça Filho (DEM) a uma das vagas ao senado, já sofreu a primeira perda, o deputado federal Sílvio Costa, que não compareceu à solenidade de lançamento da candidatura de Armando Monteiro ao governo. Preterido na disputa por uma vaga ao senado, Sílvio Costa cai no isolamento, e torce pela candidatura da petista Marília Arraes.

No governo PP e PR se unem na disputa por vaga na chapa majoritária da Frente Popular, e ameaçam migrar para oposição.

O que também anda assustando as duas maiores forças na disputa pelo governo, Armando e Paulo Câmara, é o índice de rejeição, que ultrapassa dos 40%, dos dois lados. “Ainda vai surgir novas candidaturas para embolar o jogo?

 

BFC

Deixe uma resposta