Nesta quinta-feira (26), o Governador de São Paulo foi forçado a deixar de ser um moleque birrento e caiu na real.

Até ontem, era o líder da oposição ao Governo Federal, que defende a retomada ao trabalho com isolamento vertical, onde idosos e grupos de risco se manterão em quarentena.

Porém, há um detalhe neste contexto: São Paulo é o Estado com a maior economia do Brasil e lógico, lá a pressão pelo fim da quarentena seria maior. É lá que temos a base da indústria nacional.

A teimosia só durou até a voz da economia falar mais alto.

Dória foi tão volátil como álcool gel.

Veja o vídeo:

Deixe uma resposta