Foto: reprodução

Conforme divulgado ontem (18) pelos representantes da Polícia Civil (PC) em Petrolina na Operação ‘vestígios’, que apresentou detalhes das investigações acerca do atentado sofrido pelo secretário-executivo da Autarquia Municipal de Mobilidade (AMMPLA), José Carlos Alves, o suspeito de ter efetuado os disparos contra o gestor já tem passagem pela polícia. Este Blog, inclusive, já registrou um desses episódios envolvendo Wellington Pereira dos Santos, que se encontra foragido.

Em 2014, ele e outro comparsa foram detidos por policiais militares do Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati)/5º BPM com arma, droga e uma moto roubada. A equipe do Blog também conseguiu levantar que, em 2018, Wellington foi denunciado por porte ilegal de arma, e ainda continua a responder por esse crime. Quem tiver qualquer informação sobre o suspeito de atentar contra a vida de José Carlos, pode acionar o Disque-Denúncia da PC pelo número (87) 9 8803-4513.








Fonte: Blog do Carlos Britto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here