Jair Bolsonaro. (Foto: Marcos Corrêa/PR)

O presidente Jair Bolsonaro deve anunciar hoje (12) que deixa o PSL, legenda pela qual se elegeu, conta Igor Gadelha. Será em uma reunião marcada para às 16h, no Planalto, com parte da bancada de deputados da sigla. Bolsonaro informará que vai para um partido novo, criado do zero, e quem desejar acompanhá-lo será bem-vindo. Os planos do presidente são de recolher as muitas assinaturas necessárias, fazendo uso de um aplicativo criado para smartphones.

Mas o PSL deve expulsar os parlamentares que apoiarem a nova legenda e requisitar, na Justiça, seus mandatos. Vai também montar uma força-tarefa para impugnar assinaturas apresentadas aos cartórios eleitorais. De acordo com o Painel, da Folha de S.Paulo, os primeiros a aderir ao novo grupo serão prefeitos, governadores e senadores. Deputados e vereadores os seguem quando o registro pelo Tribunal Superior Eleitoral já estiver finalizado. Os advogados do presidente tentarão, na Justiça, conseguir parte do fundo eleitoral que cabe ao PSL. (Fonte: Crusoé/Folha de S.Paulo)








Fonte: Blog do Carlos Britto

Deixe uma resposta