O balanço de mortos na Califórnia subiu para 38 neste sábado, e pelo menos 235 pessoas estão desaparecidas, enquanto os bombeiros tentavam controlar as chamas que forçaram a evacuação de 100.000 pessoas.

Cerca de 865 km2 de áreas residenciais, florestas e outras propriedades foram arrasados pelo fogo desde domingo na chamada região do vinho deste estado da costa oeste dos Estados Unidos, informou o Corpo de Bombeiros (CalFire).

“Esses incêndios foram extremamente destrutivos, com uma estimativa de 5.700 estruturas arrasadas. Enquanto equipes de resgate continuam na busca de desaparecidos, o balanço de mortos subiu para 38”, indicou o CalFire em comunicado.

O prognóstico para este sábado é que o fogo aumente devido à intensidade do vento, que deve diminuir apenas durante a noite.

Diversas igrejas foram usadas como abrigos para alojar aqueles que perderam as suas casas e como local de descanso dos 10.000 bombeiros que combatem as chamas, indicou o jornal Sacramento Bee. Os incêndios florestais são comuns no oeste dos Estados Unidos durante a estação de seca nos meses mais quentes. Mas os desta semana foram os mais fatais na história da Califórnia, segundo as autoridades.

O do parque Griffith, em Los Angeles, em 1933, teve um balanço de 29 mortos, e 25 pessoas morreram no de Oakland Hills dois anos antes. (CB)








Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here