As Câmaras Municipais de Vereadores de Juazeiro e Curaçá, no norte da Bahia, realizaram ontem (29) audiência pública para discutir o Programa Luz Para Todos nas bordas do Açude de Pinhões e na região da divisa entre as duas cidades. O evento aconteceu no Distrito de Pinhões, a 72 km de Juazeiro.

O autor e coautor da proposição da audiência foram respectivamente os vereadores Fabinho (PRB), de Juazeiro, e José Henrique Ferreira (PDT) – mais conhecido como Dedé – de Curaçá. O evento contou também com a participação do prefeito de Juazeiro Paulo Bomfim (PCdoB) e secretários municipais; do deputado estadual, Zó (PCdoB); e do representante do deputado estadual, Roberto Carlos (PDT), seu irmão vereador Charles Leal (PDT).

Durante a audiência, Fabinho criticou duramente a ausência de representatividade dos órgãos convidados para o evento.

Eu quero manifestar um sentimento de desgosto e tristeza, por que nós convidamos os órgãos responsáveis, fizemos a nossa parte, mas quem deveria estar aqui nos manda uma carta dizendo que não poderia vir. Um órgão como a Coelba, que tem vários representantes e diretores, deveria pelo menos designar uma pessoa; do Comitê Gestor (do Programa Luz Para Todos) também não apareceu ninguém; da Chesf e Inema também não. Dos órgãos convidados, só temos o DNOCS na pessoa de nosso amigo Rubenilson”,  lamentou o vereador.

Comitê Gestor

Charles Leal trouxe mensagem do deputado, Roberto Carlos, destacando que o parlamentar está à disposição, e sugeriu criar uma comissão para discutir o assunto com o Comitê Gestor. O deputado Zó reforçou a formação da comissão com todas as informações, necessidades, aspectos econômicos da região e que benefícios serão alcançados através do seu potencial econômico e assim ser discutido com o programa em prol de um melhor resultado.

Já Paulo Bomfim disse que a prefeitura também vai contribuir e ajudar. Ao final da audiência, representantes de associações, produtores e outros presentes puderam explanar para as autoridades seus anseios e dificuldades, confiantes nas medidas que serão tomadas para resolução da situação. (fotos/divulgação)



Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here