Câmeras de segurança gravaram o momento exato em que o carro Ford Fusion, dirigido pelo estudante de engenharia João Victor Ribeiro de Oliveira, de 26 anos, colidiu com o veículo que levada as famílias. O trágico acidente deixou duas mulheres mortas, uma delas estava grávida, e duas crianças em estado grave de saúde.

O homem que provocou o acidente no cruzamento da Avenida Rosa e Silva com a Rua Padre Roma, no bairro da Tamarineira, estava em alta velocidade e dirigiu sob efeito de álcool.

Após a averiguação da polícia, foi identificado que o homem havia ingerido uma concentração de 1,03 de álcool. Durante a conversa, João Victor alegou ser dependente químico e não lembrar do ocorrido. Mesmo assim, ele responderá pelo flagrante, além de ser condenado a pagar uma multa de  no mínimo R$ 2.934,70.

Veja reportagem completa do Jornal Nacional

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here