Depois do atual prefeito de Casa Nova, no norte da Bahia, Wilker Torres (PSB), divulgar nota condenando as críticas da oposição, foi a vez do candidato derrotado nas eleições de 2016, Anísio Viana (PSDB) fazer uma avaliação do atual governo. Para ele, “o que era ruim ficou ainda pior.

Acompanhe a nota de Anísio Viana, na íntegra:

O Prefeito completou na semana passada 8 (oito) meses à frente da gestão do Município de Casa Nova. E o que se vê, até então, é o que já estava ruim ficando ainda pior.

Ao assumir o comando da Prefeitura, em 1º de Janeiro, O Prefeito tratou logo de “lotear” os cargos entre os seus amigos, familiares e apadrinhados políticos. Também deixou claro, desde o princípio, quais seriam as prioridades desse “novo” governo: investimentos em propaganda e na pré-candidatura de um parente para as Eleições de 2018.

O resultado não poderia ser outro, senão o que assistimos agora: um verdadeiro caos na gestão administrativa do Município de Casa Nova, deixando a população desamparada e desassistida.

Após 8 (oito) meses de gestão, assistimos a eclosão do escândalo da farra das diárias, distribuídas fartamente entre os apadrinhados do Prefeito; vimos aumentar os gastos da Prefeitura com alugueis de máquinas e veículos, atingindo valores milionários; acompanhamos com tristeza o aumento das filas para atendimento médico nos postos de saúde; e agora, por fim, presenciamos o sofrimento da população casanovense com a falta de água por mais de 6 (seis) dias.

Questionado sobre tudo isso, o Prefeito cuidou rapidamente de arranjar um culpado: a oposição.

Seria cômico, se não fosse trágico.

Ao invés de assumir a responsabilidade do seu desgoverno, O Prefeito preferiu atribuir a culpa àqueles que lhe fiscalizam. Atitude covarde e deplorável.

Ninguém fica feliz ou satisfeito em assistir a tanto sofrimento, causado por um governo incompetente e despreparado. Mas tenha a certeza, senhor Prefeito, que a nossa indignação servirá de incentivo para atuarmos com ainda mais veemência, cobrando de Vossa Excelência pelas promessas não cumpridas e, sobretudo, exercendo com destemor o nosso papel de oposição responsável e aguerrida.

Nenhuma ameaça será capaz de calar a nossa voz!

Ao povo de Casa Nova, deixo mais uma vez o meu recado: Sim, estamos juntos!

Anísio Viana

(foto/divulgação)



Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here