Mudam de estratégia quantas vezes forem necessárias…

Uniram-se ao Islã, infiltraram-se em meio aos milhões de imigrantes.

Tomam as democracias “por dentro”. Sem um tiro sequer.

Agora usam a Venezuela como base a três horas de avião da Flórida.

Trump manda uma frota com poder de fogo para fazer manobras. Os EUA não vão permitir essa mudança de geopolítica por parte de Putin sem reagir.

O presidente da Rússia manda caças com capacidade de transportar armas nucleares, quando deveria mandar toneladas de alimentos para uma população que disputa comida com os cães.

Pouco importa: melhor um povo desfibrado; já fizeram isso quando da Revolução comunista em 1917.

Perigo. Mais de dez países com governos de esquerda, na América Latina e Caribe.

Do outro lado do mundo a China e Coréia do Norte emparedando os Estados Unidos.

Putin desloca a estratégia para a Venezuela ameaçando indiretamente a soberania brasileira.

Não tem bobo nessa história.

(Texto do ator Carlos Vereza)

Deixe uma resposta