Foto: Jonas Santos/PMP divulgação

Esbanjando muita simpatia, o bloco ‘Alegria não tem idade’ provou que disposição e animação são com eles mesmos. Nesta quinta-feira (28) a agremiação – formada por pessoas idosas – brincou e se divertiu como nos antigos carnavais. Ao som da Orquestra de frevo Metais de Ouro, a Praça 21 de Setembro recebeu cerca de 80 foliões vestidos de pierrô.

Durante o mês de fevereiro, os idosos que participaram do bloco de Carnaval confeccionaram as próprias fantasias e adereços nos Centros de Convivência do Idoso (CCI).

Dona Celina Abílio dos Santos, 74 anos, não ficou parada um minuto sequer e, mostrando toda energia, fez passos de frevo e puxava a todos para dançar. “A dança me tirou da depressão, quando eu danço eu me sinto feliz, eu me não falto um dia de aula lá no CCI. Ano passado eu vim pro Carnaval e me diverti muito. Esse ano tá muito bom também, fico muito feliz poder brincar aqui“, disse a aposentada, entre um passo e outro.

Foto: Jonas Santos/PMP divulgação

Diversão

Este é o terceiro ano que o bloco ‘Alegria não tem idade’ sai às ruas, espalhando diversão no polo tradicional dos festejos. “Desde o primeiro ano da gestão do prefeito Miguel Coelho, as pessoas idosas têm lugar garantido na Festa de Momo. Este é um momento para que haja mais interação entre eles, a família e nós que trabalhamos com eles diariamente“, explicou a secretária de Proteção Especial e Atenção à Pessoa Idosa, Ana Carolina Freitas Cavalcanti.

O bloco ‘Alegria não tem idade’ é uma realização da prefeitura municipal, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDESDH) e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur). As informações são da assessoria da PMP.

Fonte

Deixe uma resposta