Ultimamente as sessões plenárias na Casa Plínio Amorim estão dando literalmente o que falar. Para alguns assíduos frequentadores das sessões, os nobres vereadores estão realmente falando muito, mas por questões de interesse menor para a cidade.

Exemplo disso foi o longo embate, semana passada, referente a uma moção de aplausos proposta por Cristina Costa (PT) a um babalorixá de São Paulo. Tudo porque o líder governista Ruy Wanderley pediu destaque à matéria, para que seu voto constasse como contrário à moção. Já Osinaldo Costa (PTB) contestou Cristina ao afirmar que não sabia da aprovação da proposta. Uma questão simples, que poderia ser resolvida em minutos. Porém durou mais de uma hora.

Nos bastidores da Casa, o que mais se comenta é que a população de Petrolina quer ver os vereadores gastando mais saliva com assuntos pertinentes às comunidades, e menos com generalidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here