Mantendo a mesma postura cautelosa do prefeito de Petrolina Miguel Coelho, o presidente da Casa Plínio Amorim, vereador Osório Siqueira afirmou ontem (12) que, por enquanto, continua no PSB – a exemplo do próprio Miguel.

Osório justificou que precisa levar em consideração a lei partidária, antes de tomar qualquer decisão em torno de uma possível saída da legenda. Aliado do senador Fernando Bezerra Coelho, que trocou o PSB pelo PMDB e agora passa a ser oposição ao governador socialista Paulo Câmara, Osório preferiu não se aprofundar nessa questão.

Ele disse apenas que o senador “deve ter tido seus motivos” para mudar de partido, mas ainda não conversou com FBC sobre quando fará o mesmo (ou se fará). “Estou no PSB, fui eleito pelo PSB e não posso fazer nenhum questionamento enquanto os entendimentos acontecerem. Isso é normal em véspera de eleições”, afirmou.



Fonte

Deixe uma resposta