Moradores da comunidade de Lagoa da Pedra, zona rural de Dormentes (PE), no Sertão do São Francisco, clamam por providências do poder municipal em relação ao açude público do local. A bronca se deve depois que um dos moradores cercou em torno de 80% do bojo principal da barragem, impedido o acesso das pessoas e dos animais ao pouco de água que ainda resta.

O problema foi parar na Câmara de Vereadores. Os integrantes da bancada de oposição Jeolândio Coelho, Chiquinho de Dodora, Jurandir Torres, Betinha de Dudu, Corrinha da Saúde, foram procurados pelos comunitários, e foram até a comunidade.

Construída há quase 50 anos, a barragem acumula grande volume de água que atende a quase todo município. Nos períodos de grande estiagem, a mesma possui cacimbas com uma grande vazão para consumo humano e animal. Nos anos de 2012 e 2013, por exemplo, o açude que hoje se encontra cercado foi a salvação de muitos agricultores e criadores daquela região. Por conta disso, os vereadores cobram do prefeito Geomarco Coelho que o local seja acessado por todos, e não apenas por uma pessoa.



Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here