Foto: Ascom/divulgação

Maria Elena perde a paciência com integrantes do Governo Bolsonaro e até com o presidente

A vereadora Maria Elena (PRTB) é uma aliada histórica do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), mas nunca deixou de emitir seus posicionamentos críticos quando a ocasião pedia. A Compesa, até hoje criticada pela população de Petrolina, é um bom exemplo. Quando FBC caminhava junto com o ex-governador Eduardo Campos e o atual, Paulo Câmara (PSB), Elena cobrava veementemente na Casa Plínio Amorim melhorias nos serviços da empresa.

Agora ela voltou a manifestar toda sua indignação, desta vez contra integrantes do Governo Bolsonaro, do qual FBC é líder no Senado. E sobrou mesmo até para o próprio presidente, que inclusive estará em Sobradinho (BA) nesta segunda-feira (5).

Uma das principais representantes dos direitos das mulheres e das crianças na cidade, Elena não se conteve após as recentes e desastrosas declarações da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), sobre a violência sexual na Ilha de Marajó, no Pará. Damares afirmou que o estupro praticado contra meninas e adolescentes na ilha deve-se ao fato destas “andarem sem calcinhas”.

Foi demais para a vereadora. “Nós, que fazemos o Movimento de Mulheres de Petrolina, o Conselho da Mulher, da Comissão da Mulher da Câmara de Vereadores, e de tantos outros Movimentos de Defesa e Proteção a  Mulher, temos que também nos posicionar contra as declarações infelizes dessa transloucada ministra. Enquanto vereadora, também  representante dessas entidades que fazem o controle social, quero e preciso me posicionar e deixar claro minhas impressões sobre esses impropérios”, declarou a este Blog.

Mas o presidente Bolsonaro também não escapou. Segundo Elena, ele e seu staff precisam “parar de falar asneiras”, para o bem do próprio governo.

Assim vai ficando cada vez mais difícil para os ministros focados, com projetos bem estruturados e alinhados com as  verdadeiras aspirações da população brasileira, que apostou e ainda aposta no novo modelo de gestão para o Brasil, se motivarem e se firmarem buscando esses propósitos. O ministro Paulo Guedes e o próprio Moro (que eu ainda acredito muito nele), podem querer jogar a toalha  a qualquer momento, se essas pessoas completamente despreparadas para tão alto posto não dobrarem as suas línguas”, finalizou a vereadora.

Time em campo

O ex-procurador Geral do município de Juazeiro (BA) e pré-candidato a prefeito, Carlos Luciano (PSB), colocou o time em campo. Em e-mail enviado a este Blog, ele criticou a decisão do governo Paulo Bomfim em desviar a função dos recursos da duplicação da BA-210 para outras obras. “Sempre acreditei que grandes obras são aquelas que mudam a vida das pessoas. A duplicação da rodovia iria trazer melhorias para os bairros mais carentes e periféricos da nossa cidade, mas por questões eleitoreiras o prefeito preferiu investir na área central”, criticou.

Com aval do presidente

O presidente da Câmara de Cabrobó (PE), Dim Saraiva, se animou no jogo da sucessão em sua cidade. Recebeu este final de semana o deputado federal Raul Henry, presidente do MDB de Pernambuco, que manifestou a intenção de apoiá-lo como candidato a prefeito pela legenda.

Voltando ao jogo

O ex-prefeito de Santa Filomena, Pedro Gildevan, voltou a se movimentar politicamente. No último sábado (3) o ex-prefeito reuniu companheiros de jornada e foi prestigiar uma festa no Distrito de Campo Santo. Recebeu carinho e atenção por lá.

O ‘engenheiro’ voltou

Muita expectativa para a volta aos trabalhos plenários da Câmara de Vereadores de Petrolina nesta terça-feira (6). Todas as atenções estarão voltadas para o discurso do engenheiro Alvorlande Cruz (PRTB), que volta à Casa Plinio Amorim. Ele se sentará ao lado do irmão, também vereador, Aero Cruz (PSB).

Fonte: Blog do Carlos Britto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here