A decisão da Igreja Assembleia de Deus pode mexer na Câmara de Petrolina para 2020

Após o sucesso nas duas últimas eleições municipais de Petrolina com o Projeto Cidadania, que elegeu o vereador Elias Jardim como único representante da Igreja Assembleia de Deus na Câmara de Vereadores Casa Plinio Amorim, o presidente da Igreja Assembleia de Deus Pernambuco,  Pastor Ailton José Alves – segundo membros próximos da direção da Igreja – tomou a decisão de abolir campanhas eleitorais entre o corpo de obreiros da instituição religiosa.

A Igreja, por ser a maior no Estado, elegeu também um deputado federal e um deputado estadual, e sempre fez a diferença nas votações para governador e senador em decorrência de falhas, pressão, maltratos e até perseguição contra outros candidatos membros da mesma instituição. E para acabar com isso, a liderança da Igreja já orienta que nenhum membro se denomine candidato a vereador do pastor ou da Igreja Assembleia de Deus.

Nesse panorama, percebe-se que a reeleição do vereador Elias Jardim já fica ameaçada, tendo em vista que a sua força política vinha do compromisso dos obreiros com o Projeto Cidadania e a liderança da Igreja. Outro fato que surge é a candidatura do seu ex-chefe de gabinete, irmão Sidney, que se rebelou após 7 anos assessorando o vereador Elias.

Mas há quem aposte que essa situação seja a oportunidade para que o irmão Pedro Caldas, membro da referida Igreja e assessor mais próximo do prefeito Miguel Coelho, passe a ser reconhecido pelos membros da Igreja Assembleia de Deus como um nome forte para ocupar uma cadeira na Câmara de Vereadores de Petrolina. Caldas tem se destacado nas ações pelas comunidades e vem construindo um bom entendimento entre a gestão de Miguel Coelho e o segmento evangélico da cidade. Coordenou recentemente a Noite de Ação de Graças dos 124 anos de Petrolina, viabilizou o apoio da Prefeitura na realização da 1ª Marcha para Jesus e vários outros eventos das Igrejas Evangélicas de Petrolina.

A pré-campanha municipal começou e a liderança da Igreja Assembleia de Deus Pernambuco tomou a decisão correta: deixar que os membros decidam quem é preparado para legislar em defesa do povo de Petrolina.

Plantões do TRE-BA

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) deu início aos plantões de final de semana para o atendimento extraordinário na última fase da revisão biométrica no estado e pretende alavancar o recadastramento dos eleitores convocados. Nessas cidades, o prazo para realização do procedimento é fevereiro de 2020. Os plantões na maioria das cidades listadas, que inclui Sobradinho, devem durar até o mês de dezembro, mas o TERE-BA informa que poderá manter o atendimento extraordinário após o recesso.

Contratações ilegais

Foram julgadas ilegais, pelo TCE-PE, 838 contratações temporárias realizadas no exercício financeiro de 2018 pelo prefeito do município de Custódia, Emmanuel Gois. A auditoria apontou irregularidades como a não comprovação da necessidade excepcional para as contratações temporárias e a ausência de processo seletivo público, em afronta aos princípios constitucionais da Isonomia, Impessoalidade, Moralidade Administrativa e Publicidade.

Cadê a água

Moradores de diversos bairros de Afogados da Ingazeira, realizaram um protesto na última sexta feira (8) contra a irregularidade na distribuição de água pela Compesa. Os manifestantes saíram em passeata com apitos, buzinas de motos e carros e um carro de som até a sede regional, onde bloquearam a via com motos e carrinhos de picolé. A população também pressionou as lideranças políticas por ações. Haja bronca.

Fonte: Blog do Carlos Britto

Deixe uma resposta