A Casa Plínio Amorim e um projeto que pode ajudar a formar cidadãos

Um verdadeiro cidadão deveria ser medido pelo seu grau de conhecimento e discernimento da realidade que o cerca. Foi pensando assim que a vereadora Maria Elena (PRTB) cobrou do presidente da Casa Plínio Amorim, vereador Osório Siqueira (PSB), na sessão de ontem (19), que coloque em prática um projeto de sua colega de Legislativo, Cristina Costa (PT), pelo qual institui o Programa “A Escola vai à Câmara”.

O projeto consiste em uma visita orientada de alunos do 6º ao 9º ano de escolas da rede pública e privada de Petrolina à Câmara Municipal.

Essa integração é fundamental para os estudantes não apenas conhecerem a estrutura do Legislativo, como também ter uma noção, desde cedo, sobre o papel de um vereador.

O requerimento de Maria Elena foi aprovado ontem por unanimidade dos demais vereadores. E não poderia ser diferente. Mas a vereadora pretende aperfeiçoar ainda mais a ideia de Cristina Costa, que já é muito boa. Segundo Elena, num futuro próximo ela pretende fazer com que a Câmara de Petrolina vá até as escolas, de fato.

Se a vereadora elaborar esse projeto, certamente será digna de muitos elogios – a exemplo de sua colega Cristina. Não dá para entender é o porquê de ter sido necessário Elena solicitar da Mesa Diretora que coloque em prática esse projeto. Mas antes tarde, do que nunca.

Será que aprendeu?

O jogo político com vistas à sucessão municipal começa a esquentar em Juazeiro (BA), mas por enquanto se vê apenas as articulações da oposição. Pré-candidato é o que não falta, mas a pergunta que não quer calar é uma só: será que a oposição aprendeu com 2016 e vai fazer diferente no ano que vem?

Aprovação com ressalvas

O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA) aprovou ontem (19), com ressalvas, as contas da Prefeitura de Jaguarari (norte do Estado) referentes ao exercício de 2018. Os períodos de 01/01/2018 a 30/03/2018; 01/11/2018 a 25/11/2018 e 07/12/2018 a 31/12/2018 estavam sob responsabilidade de Everton Carvalho Rocha. Já os períodos de 04/04/2018 a 31/10/2018 e 26/11/2018 a 06/12/2018 quem respondia era Fabrício Santana Dagostino. As contas foram relatadas pelo conselheiro Raimundo Moreira.

Fonte: Blog do Carlos Britto

Deixe uma resposta