Ciclistas morrem atropelados em Petrolina. (Foto: Divulgação)

A morte dos ciclistas, uma cidade estarrecida e as providências que não serão tomadas

Há quem diga que no final ou início do ano, tragédias sempre marcam a nossa vida. Já temos uma para contar, e foi muito dura.

O atropelamento e morte dos ciclistas Anaelton Rodrigues Macedo e Rogério Teles de Siqueira, ambos de 34 anos, por um carro, na manhã do último dia 23, durante uma pedalada matinal com um grupo de amigos na BR-428, em Petrolina, também nos acertou em cheio.

Por uma coincidência daquelas que ninguém consegue explicar, os amigos nasceram na mesma data (no ano de 1984) e morreram juntos no mesmo dia.

O atropelamento foi consequência de uma noitada de um rapaz de 20 anos, com carteira provisória vencida, impedido de pegar uma nova por infrações ao volante e completamente bêbado, conforme vimos em vídeo gravado por populares e provado pelo teste do bafômetro.

O grave acidente matou dois e fez chorar, diretamente, 3 famílias. Sim, pois a própria família do rapaz responsável pelo atropelamento deve estar sofrendo muito. Não mais que a família dos que morreram, pois esses não estarão mais aqui para sentir qualquer dor ou remorso.

Mas não adianta fazer passeata, movimento, jornalista escrever artigo se não mudarmos agora. Imediatamente. As leis brandas e a falta de fiscalização e punição exemplar continuarão a produzir criminosos potenciais bêbados ao volante.

Passou da hora dos parlamentares e demais autoridades pararem de discutir o sexo dos anjos e começarem a produzir um documento contundente e eficaz para acabar com essa carnificina no trânsito. O trânsito mata em profusão por todo o país. Motoristas bêbados e irresponsáveis ceifam vidas a todo momento e milhares de famílias sofrem a toda hora por entes mutilados ou mortos. E parece até que nada aconteceu quando a comoção acaba.

Rogério e Anaelton tinham apenas 34 anos, centenas de amigos e familiares que tiveram um péssimo Natal e, seguramente, terão uma entrada de ano triste demais. A nós, cabe a indignação e a torcida para que eles não virem apenas uma estatística macabra, um número em um documento qualquer perdido em uma pasta no fundo de qualquer gazeta. É isso aí.

Guilherme em defesa da Embrapa

O ex-deputado Guilherme Coelho (PSDB) saiu em defesa da Embrapa Semiárido, quando questionado se a empresa estaria faltando com os pequenos agricultores do Vale do São Francisco, que ainda não produzem em grande escala maçã, caqui e pera, por exemplo – frutas de clima frio que estão se adaptando às altas temperaturas da região. “Tudo tem que ir devagarinho, até porque não é fácil você entrar numa cultura que você não conhece. Então, eu acho que a Embrapa vem fazendo a parte dela”, afirmou o ex-parlamentar.

Misael vai concorrer

Após a Câmara de Juazeiro (BA) aprovar as contas de 2006 do ex-prefeito Misael Aguilar, corre à boca pequena a informação de que ele já seria nome certo para brigar pela Prefeitura em 2020. Será?

Dobradinha com Joseph?

Sobre a eventual retomada de Misael Aguilar no cenário político de Juazeiro, também já surgem nos bastidores informações de que poderia ocorrer uma dobradinha entre ele e o também ex-prefeito Joseph Bandeira. Por enquanto, tudo não passa de especulações.

Roberto Carlos, fica ou não fica?

Outro assunto ventilado em Juazeiro dá conta de que o deputado estadual reeleito Roberto Carlos (PDT) não estaria contente com o grupo do qual passou a fazer parte, o do prefeito Paulo Bomfim (PCdoB). Mesmo tendo emplacado a vice-prefeita Dulce Ribeiro (PDT) e seu irmão Charles Leal (PDT) como um dos mais votados para o Legislativo, o parlamentar estaria “querendo mais”. Vamos aguardar os próximos capítulos.

Allan Jones de olho na prefeitura

Ainda falando de 2020, comenta-se em Juazeiro (BA) que um representante da Câmara Municipal estaria de olho na Prefeitura. Trata-se do vereador Allan Jones (PTC), o qual vem se destacando por fazer oposição ao prefeito Paulo Bomfim (PCdoB). Onde há fumaça, há fogo.

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here