Clebel Cordeiro responde ex-prefeito

O prefeito de Salgueiro, Clebel Cordeiro (PMDB), não deixou barato as críticas do seu antecessor Marcones Libório de Sá, postadas ontem (4) nesta coluna, e devolveu no mesmo tom:

Nos últimos dias o ex-prefeito Marcondes Libório, sentindo falta dos holofotes, devido ao tamanho do seu ostracismo, reaparece como de costume, com críticas típicas de um gesto que ainda não se deu conta que as pessoas não aceitam mais oposição por oposição.

O primeiro ano de Gestão Clebel Cordeiro foi de inúmeros desafios e superação. Encontramos um município no CAUC (Serasa das prefeituras); o aterro sanitário funcionando sem licença ambiental e operando como lixão a céu aberto há mais de 5 anos; as três obras das creches paralisadas por simples falta de informações no sistema de gerenciamento do Ministério da Educação e com necessidade de ajustes; uma UPA 24h que foi inaugurada fora dos padrões da Vigilância Sanitária estadual; um débito de mais de meio milhão com a Celpe; mais de mil terços de férias dos servidores municipais atrasados; o Conjunto Habitacional Santo Antônio do ‘Minha Casa, Minha Vida’ sem ser entregue.

E para fechar o ano com chave de ouro, recebemos o parecer do Tribunal de Contas do Estado nº 28689/2016, que identificou uma série de irregularidades na gestão tributária do município como falta de estrutura de funcionamento, falta de pessoal qualificado e treinado, falhas na arrecadação do IPTU, ausência de contratos na administração municipal, entre inúmeros outros casos.

Assim, apesar desse cenário o ano foi de muito esforço para corresponder aos anseios do povo de Salgueiro. Em 2018 estaremos dando continuidade a um volume de investimentos que ultrapassa o valor de R$ 15 milhões, entre obras e ações nas mais variadas áreas, frutos de emendas parlamentares e projetos de convênios com os governos estadual e federal.

Iniciamos o ano de 2018 informando ao povo de Salgueiro que depois de vários meses de trabalho reconquistamos a licença ambiental do aterro sanitário, o que viabilizará o recebimento de quase R$ 1 milhão por ano de ICMS socioambiental, possibilitando a realização de muitas obras.

Estaremos realizando todo o geoprocessamento da cidade, que facilitará a gestão urbanística e trará uma grande modernização para a nossa gestão e para as gestões futuras; estaremos realizando concurso para vários cargos, entre os quais Auditores Fiscais e Professores; tivemos também consultas médicas na atenção básica, totalizando 79.768; temos feito esforços para ajudar na entrega das unidades habitacionais do Conjunto Santo Antônio e também teremos em 2018 a implantação do Campus da Univasf, que foi um dos grandes compromissos e fruto do nosso esforço. Salgueiro realiza seu sonho de ter o campus de uma universidade federal.

Apesar da busca louca dos símbolos do passado tentarem fazer-nos olhar para trás, todas as nossas forças e energia tem o olhar no horizonte, no futuro porque esse é o sonho de Salgueiro, porque esse é o sonho de todos nós.

E o Hospital da Mulher?

Empolgado após a assinatura da ordem de serviço para a construção do Hospital Geral do Sertão, em Serra Talhada, ontem (4), o governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB) disse que o esforço agora será para agilizar as obras. Enquanto isso, a população de Petrolina vai ficar no aguardo do Hospital da Mulher, uma das obras não cumpridas pelo socialista no seu primeiro mandato.

Rotina que não muda

Entra ano e sai ano, o Trevo do Ibó (entre Cabrobó, Salgueiro e Belém do São Francisco) continua sendo um dos trechos mais perigosos do país para motoristas. Pelo que se sabe, não há registro de motoristas que trafegam com tranquilidade pela área, que é cortada pela BR-116. Os assaltos são frequentes e nem a ação da polícia inibe a ousadia dos bandidos. Para as vítimas, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) recomenda que é preciso registrar a ocorrência. A ação pode ajudar nas investigações para prender as quadrilhas que agem na região.

Parece fantasia

Balanço apresentado ontem (4) pelo Ministério da Saúde aponta crescimento de 95% em investimentos da pasta em relação a 2015. Apesar de o governo afirmar que o novo modelo de gestão do Ministério da Saúde tem permitido reaplicar os recursos economizados de R$ 4,5 bilhões em mais serviços de saúde, o que se vê na prática são pessoas sofrendo nas unidades de saúde, a exemplo de Petrolina e Juazeiro. Diante do atual cenário, esses números parecem fantasia.

Em prol dos fruticultores

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE) está movendo céu e terra junto às autoridades para tentar minimizar o sofrimento dos fruticultores do Projeto Fulgêncio, prejudicados nos últimos dias de 2017 com fortes ventos que atingiram a região. Ele até já apelou ao ministro Hélder Barbalho a autorizar a Codevasf a intensificar uma campanha de ajuda com os seus recursos, para recuperação urgente das áreas atingidas.

Balanço positivo

A Ouvidoria Geral do Município de Petrolina divulgou o balanço das demandas recebidas ao longo deste ano de 2017. No relatório apresentado, de maio a dezembro, foram registradas 1.692 manifestações, entre elas pedidos de informações, comunicado de irregularidades, reclamações, denúncias, sugestões, críticas e elogios.

CB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here