O Comitê Municipal de Prevenção aos Acidentes de Trânsito Terrestre (CMPATT), que está sendo implantado em Juazeiro (BA) sob a coordenação da Secretaria de Saúde (Sesau), através da Superintendência de Vigilância em Saúde, já iniciou suas atividades focando na mudança de comportamento dos motoristas, ciclistas e pedestres e, consequentemente, na redução das mortes e sequelas deixadas pelas ocorrências no setor.

A primeira reunião de articulação do Comitê aconteceu nesta terça-feira (9), na sede da Sesau, e contou com a participação de representantes de todos os segmentos envolvidos: Secretarias de Saúde, de Educação e de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade, além da Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT); Núcleos Regionais de Saúde e Educação; Polícias Rodoviária Estadual e Federal; Polícias Militar e Civil; Univasf; 9º Grupamento de Bombeiros Militares (GBM); representantes de autoescolas; Detran-BA; Sindicatos dos Mototaxistas e Motociclistas; e Conselho Municipal de Saúde.

Na ocasião foram dados os primeiros passos para criação do Comitê e definidas as instituições que irão compor as 32 cadeiras, sendo 16 titulares e 16 suplentes. “Hoje apresentamos aos representantes das entidades envolvidas o que é o comitê, qual o seu objetivo, sua meta, seu plano de ações. Cada instituição agora deve indicar o seu representante titular e o suplente para que o comitê seja instituído pelo prefeito Paulo Bomfim, através de decreto que será publicado em Diário Oficial”, explicou a Superintendente de Vigilância em Saúde, Tatiane Malta.

Segundo a superintendente, a instituição do Comitê possibilita atuar com mais eficácia no combate e na prevenção dos acidentes. “O projeto permite melhorar o diagnóstico da situação do município e agir com mais direcionamento nos fatores de risco, trazendo resultados mais eficazes na diminuição dos índices”, ponderou.

Para o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Roque Carneiro, a criação do comitê é muito oportuna. “A integração entre os órgãos públicos que compõem esse projeto tende a viabilizar melhores resultados. No próximo dia 23 teremos reunião do Conselho e já solicitei à equipe a apresentação do projeto aos conselheiros. Acredito que com o envolvimento de toda a sociedade, possamos promover uma mudança na realidade da nossa cidade, tornando-a mais humana”, destacou.

Eixos

O órgão está focado em três eixos: educação, mobilização e fiscalização. Tem como objetivo geral sensibilizar grupos de maior vulnerabilidade como motociclistas, jovens condutores, motoristas em geral e pedestres sobre prevenção de acidentes de trânsito, com ações voltadas para o incentivo da sensibilização dos profissionais na área, realização de oficinas – entre outros. (foto/divulgação)

CB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here