Ter ou estar em um relacionamento pode ser a meta de muitas pessoas, mas até achar a pessoa certa, isso pode demorar. Mas quando se encontra, é necessário que ambos trabalhem constantemente para fazer o relacionamento dar certo.

Uma das piores coisas que podemos fazer com uma pessoa é traí-la. A traição, hoje em dia, não é visto apenas como algo físico, mas também emocional. Não é necessário um contato físico com outra pessoa para que isso seja considerado uma traição ao parceiro ou a parceira. O pior de tudo é que pode começar sem nem percebermos, com um contato amigável que poderá se desenvolver e tornar-se um sentimento platônico. Isso trará danos terríveis.

A infidelidade pode ter vários nomes, mas todos sabemos o que ela significa. E para a surpresa de todos, assim como nós tivemos que nos adaptar com a nova forma de viver por conta da pandemia, as formas de ser infiel também acompanharam os novos tempos e passaram por adaptações.

Foi graças a internet que os infiéis continuaram na pandemia. E encontrar um contatinho, mandar nudes e até mesmo ter uma  conversa com um teor mais picante ou uma videochamada já são uma realidade no mundo todo, até aqui no Brasil.

Curiosamente, uma das plataformas que ajudam as pessoas a darem essas puladas de cerca revelou quais são as cidades brasileiras mais adúlteras durante esse período de quarentena.

Os registros foram feitos pelo site Ashley Madison, que é voltado para pessoas casadas. Essa plataforma existe desde 2002 e seu objetivo é claro e bem polêmico. Ela ajuda pessoas casadas a terem relações fora do casamento.

Maneira

Contudo, a plataforma deu certo. Desde a sua criação, foram 65 milhões de usuários. E com a pandemia esse número cresceu ainda mais. Um total de 17 mil novos usuários apareceu no sistema desde que o surto de COVID-19 começou. E mais de um quarto desse número, 4226 pessoas, são brasileiros.

É claro que por razões óbvias e por conta da privacidade a plataforma a empresa não revela os dados dos seus usuários. Mas eles disseram que com certeza os usuários estão na sua cidade.

Publicidade

continue a leitura

Segundo um novo estudo da Ashely Madison, foi possível ver quais são as 20 cidades que tem mais usuários ativos durante a quarentena. A lista é:

Brasília, DF;

Manaus, AM;

São Paulo, SP;

Goiânia, GO;

Campo Grande, MS;

Curitiba, PR;

Guarulhos, SP;

Campinas, SP;

Publicidade

continue a leitura

Rio de Janeiro, RJ;

Belo Horizonte, MG;

Porto Alegre, RS;

João Pessoa, PB;

São Bernardo do Campo, SP;

São Luís, MA;

Salvador, BA;

Santo André, SP;

Publicidade

continue a leitura

Duque de Caxias, RJ;

Recife, PE;

Teresina, PI;

Natal, RN.

Traição

Sabemos que a traição não começou por causa da pandemia. Mas ela ajudou com certeza muito no aumento do processo. E quem diz isso é a ciência.

De acordo com um estudo publicado pela Universidade do Tennessee, a traição costuma aparecer em ambientes de estresse. Seja por problemas financeiros, com crianças, saúde, tudo isso vai ajudando. E em um mundo onde uma pandemia vigora é uma tragédia total.

A pesquisa aponta que aproximadamente 25% dos casais passam por algum tipo de infidelidade durante sua vida. Mas isso era uma estatística do mundo pré-pandemia. Agora, pode-se esperar que essa porcentagem seja bem maior.

“Os dados coletados durante a pandemia mostraram que as pessoas estão praticando comportamentos associados a uma alta probabilidade de sofrer infidelidade”, relata o estudo.

Publicado em: 12/11/20 14h45

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here