Em Hanói, no norte do Vietnã, todos os anos, no final do outono, barracas de comida de rua servem um prato muito especial. À primeira vista, parece bastante comum. Na verdade, não parece nada demais, afinal, comemos muito aqui no Brasil. E que prato seria esse? O omelete. A única coisa que o difere é o ingrediente que utilizam ali.

Conhecido como ch? r??i, o famoso omelete vietnamita é composto por ovos mexidos, ervas, casca de tangerina, cebola e – pasmem – minhocas.

Também chamadas de palolos, essas minhocas não são exclusivas do país. Os palolos podem ser encontrados em outras muitos países que fazem fronteira com o Oceano Pacífico, incluindo China, Japão, Indonésia ou Samoa.

Embora bastante comum em outras nações, no Vietnã, é um ingrediente para lá de especial. Primeiro porque é possível combiná-los com outros pratos. E segundo porque é consumido em datas especiais.

O omelete

Para que o prato atenda os costumes do país, os locais, geralmente, usam os palolos para incrementar o omelete. No entanto, a iguaria é consumida também frita. Além disso, servem como acompanhamento torradas ou pães. Surpreendentemente, muitos gostam de consumi-los vivos.

Os palolos, geralmente, são consumidos em datas específicas. Isso acontece porque os locais respeitam os hábitos de acasalamento da criatura. Essa espécie de anelídeos, geralmente, nascem durante o nono e o décimo mês do calendário lunar.

Como os locais esperam o período de acasalamento, a população não é afetada. Por consumirem anualmente a iguaria, muitos também investiram em criadouros. Antes de serem adicionados ao omelete de ch? r??i, os papolos são fervidos.

A cozinha vietnamita

A cozinha vietnamita preza pelo equilíbrio de sabores. Por mais estranho que sejam os ingredientes, seus pratos representam uma certa harmonia. Os sabores amargo, azedo, picante, doce e salgado podem ser distinguidos em caldos e até mesmo em temperos.

Basicamente, muitos dos pratos típicos do Vietnã possuem influência Chinesa, que ocupou o país por aproximadamente mil anos. Por isso, é possível encontrar pratos cujos protagonistas são cobras, cães e avestruzes.

A carne de cachorro é facilmente encontrada em alguns restaurantes do país. Existem, ao todo, sete formas de se preparar a carne. Independe da maneira, o prato mais comum é uma espécie de cozido.

Outro tipo de carne que se pode saborear no Vietnã é a de serpente. Em suma, a carne é rica em fibras. Dependendo da espécie, o prato pode ser mais saboroso ou insípido. Na maioria dos restaurantes que trabalham com comidas exóticas, a carne da cobra d”água é a mais comum, porém, não é a mais requintada.

É bastante comum encontrar também pratos que são compostos por ratos, sapos, cobras, passarinhos, macacos e até mesmo insetos. No entanto, vale lembrar que o arroz e o macarrão servem de base para muitas preparações vietnamitas.

O país herdou também ingredientes bem europeus como tomates, amendoins, café, baguetes, iogurtes e manteiga.

A culinária vietnamita ganhou adeptos em todas as partes do mundo. Em muitos países, é possível encontrar restaurantes especializados. Ou seja, caso tenha interesse em provar alguma iguaria, com certeza, há algum próximo de você.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here