Números divulgados nesta segunda-feira (2), da pesquisa Datafolha realizada nos dias 27 e 28 de setembro, embolaram ainda mais a compreensão dos resultados do trabalho. Segundo dados do Instituto, 54% dos brasileiros desejam ver o ex-presidente Lula na prisão. Neste domingo (1), foram publicados os primeiros resultados da pesquisa que apontaram o chefão petista vencendo os adversários em todos os cenários, com intenção mínima de voto de 35% dos entrevistados.

Ainda que não haja uma contradição matemática entre os 54% dos que desejam a prisão para os 35% que votariam em Lula, muitos analistas políticos estão a fazer questionamentos acerca da realidade dos números eleitorais. Como é que um candidato lidera uma pesquisa com vantagem tão razoável, quando mais da metade do eleitorado desejam que ele esteja preso?

Outra discrepância pode ser vista na comparação da rejeição do petista, de 42%, com os 54%. No confronto dos números, fazendo uma subtração, valeria dizer que 12% dos entrevistados querem a prisão de Lula, mas não o rejeitariam. Quiçá, até votariam nele.

O Datafolha ouviu 2.772 pessoas em 194 cidades, nos dias 27 e 28 de setembro, com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here