CPI identifica pagamento de R$ 449 mil a Marcelo Miller

A CPI da JBS identificou pagamentos de R$ 449 mil do escritório Trench, Rossi e Watanabe, que defendia os executivos da JBS, ao ex-procurador Marcello Miller.

Os pagamentos foram feitos em maio e julho, quando o ex-assistente de Rodrigo Janot já havia deixado o cargo no Ministério Público, informa O Globo. Seu salário bruto na Procuradoria era de R$ 34,9 mil mensais.

Miller tem depoimento na CPI marcado para amanhã, mas já obteve no Supremo um habeas corpus que lhe dá o direito de ficar em silêncio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here