Mesmo que você não seja muito fã de futebol, você, muito provavelmente, conhece, ao menos pelo nome, o jogador Cristiano Ronaldo. O jogador português, de 34 anos, também chamado de CR7, atualmente, joga pela Juventus e pela Seleção Portuguesa. Cristiano Ronaldo, devido a seus feitos no esporte, é considerado uma verdadeira lenda. Recentemente, o jogador provou que suas boas ações vão muito além dos campos de futebol.

Enquanto era entrevistado pelo jornalista inglês, Piers Morgan, CR7 relembrou alguns momentos de sua infância. O atleta revelou que, quando ainda vivia na ilha portuguesa da Madeira, durante a sua infância, ele costumava pedir comida para as pessoas. De acordo com ele, uma mulher chamada Edna e duas outras senhoras, que, aparentemente, trabalhavam no McDonald’s, o alimentava. CR7 ficou muito emocionado ao falar sobre isso, mostrando que tal atitude ainda mexe bastante com ele.

Fome

O jogador também revelou a sua vontade de reencontrar essas três mulheres, para agradecê-las por tudo o que fizeram. “Estávamos com um pouco de fome. Temos um McDonald’s ao lado do estádio, batemos na porta e perguntamos se eles tinham hambúrgueres. Sempre havia Edna e duas outras garotas. Nunca mais as encontrei”, disse Ronaldo, durante a entrevista para a ITV.

“Perguntei às pessoas, em Portugal, que fecharam o McDonalds, mas se esta entrevista puder ajudar a encontrá-las, eu ficaria muito feliz”, disse CR7. “Quero convidá-las para Turim ou Lisboa para jantar comigo, porque quero retribuir algo”. O apresentador do programa de entrevistas, Piers Morgan, mais tarde, em sua conta no Twitter, informou que eles “podiam ter encontrado Edna.”

Ainda durante a entrevista, CR7 assistiu a um vídeo recebido pela produção de seu falecido pai. O vídeo foi gravado um ano antes de sua morte, em 2004. Este foi um momento extremamente emocionante para o jogador. Seu pai, Dinis, morreu em decorrência de uma complicação hepática, relacionada ao consumo de álcool, com apenas 52 anos.

Família

Cristiano Ronaldo é o filho mais novo entre os 4 de sua família. O jogador nasceu em 1985 em Madeira. Sua família morava no bairro de São Pedro, mas CR7 foi criado, em Santo Antonio. A mãe do atleta era cozinheira e seu pai trabalhava como jardineiro. Ele ainda possui um irmão e duas irmãs.

Algo muito curioso sobre a vida do jogador e que muita gente desconhece, incluindo seus fãs, é que seu segundo nome, Ronaldo, foi uma homenagem de seus pais, ao então presidente dos EUA, Ronald Reagan, na época de seu nascimento. A família de Cristiano Ronaldo era muito pobre, e não à toa o pequeno CR7 saia para pedir hambúrgueres nas ruas. Quando criança, ele teve que dividir o mesmo quarto, com seus três outros irmãos.

CR7 se apaixonou pelo futebol muito cedo em sua vida, e sua carreira no futebol começou tão logo quanto seu fascínio pelo esporte. Entre 1992 a 1995 ele já jogava pelo time amador Andorinha. Ele passou dois anos no Nacional e, em 1997, se inscreveu no Sporting CP, com apenas 12 anos.

Independentemente do quão bem-sucedido ele tenha se tornado em sua profissão, Cristiano Ronaldo, por outro lado, nunca se esqueceu suas raízes.  Ou, do fato de que ele cresceu pobre e sempre estava com fome e que dona Edna e as outras duas mulheres o alimentaram.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Deixe uma resposta