A vereadora Cristina Costa (PE) e seu colega de Legislativo, Manoel da Acosap, voltaram a se estranhar na Casa Plínio Amorim, depois do episódio da agressão, há dois anos, que acabou indo parar na justiça.

Desta vez a controvérsia aconteceu por conta do reajuste salarial dos agentes comunitários de saúde, os quais a procuraram em seu gabinete e questionaram se os valores que receberão em seus contracheques são realmente aqueles. Manoel, que representa a categoria no Legislativo de Petrolina, chegou a interromper o discurso de Cristina, dizendo que os salários dos profissionais melhoraram. Depois disse para a colega “procurar o seu lugar”.

Revoltada, Cristina disse que o vereador “não tem postura” para representar o povo de Petrolina. Ela afirmou que iria apenas solicitar da Secretaria de Saúde simples informações sobre o assunto. Mas diante do posicionamento exagerado do colega, garantiu que irá procurar agora o Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

Fonte

Deixe uma resposta