A dança das cadeiras para aumentar o espaço do PP no Governo do Estado tem causado um imbróglio no núcleo duro do Palácio das Princesas que pode afetar o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico (PSDB). Nos bastidores, comenta-se que há a possibilidade real de o secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Roberto Franca, assumir a pasta do tucano.

A rearrumação, porém, tem encontrado resistência do próprio Franca por se tratar de área espinhosa, que mexe com temas como a superlotação dos presídios. Já Pedro Eurico iria para a Secretaria Executiva de Articulação Política, função acumulada por André Campos (PSB), que virou, na última segunda, o presidente da Perpart.

A expectativa é que a movimentação seja acertada até a próxima semana, prazo suficiente para o retorno do governador Paulo Câmara (PSB) de uma agenda nos Estados Unidos, na próxima sexta-feira, e prazo suficiente para a descompatibilização de Cloves Benevides do cargo de diretor de Articulação e Projetos na Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), no Ministério da Justiça, prevista para o dia 16. Ele deverá assumir a Secretaria de Desenvolvimento Social no lugar de Roberto Franca.

Outro setor que terá alterações é a Executiva de Recursos Hídricos, que acomodará Plínio Pimentel, em substituição do coronel Mário Cavalcanti. Por enquanto, a realocação do coronel, que foi interventor de Gravatá, é indefinida. (Folha Política).






DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here