Delator afirma que Pezão recebeu R$ 4,8 milhões de propina

O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), teria recebido R$ 4,8 milhões de um dos operadores do esquema de propina de Sérgio Cabral, ex-governador do Rio.

A informação consta da deleção premiada de um funcionário do doleiro Álvaro José Novis.

Segundo o delator Edimar Moreira Dantas, o governador era identificado como “Pé Grande” nas planilhas entregues aos procuradores.

A notícia foi divulgada pela Rede Globo nesta segunda (20).

De acordo com Dantas, ele gerenciava uma conta criada exclusivamente para o pagamento de propinas. Na delação, o funcionário do doleiro informou que o dinheiro era enviado pela Fetranspor, a Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro.

O governador disse que não conhece e nunca esteve com Dantas e garantiu que jamais tratou de pagamento ou recebimento de recursos ilícitos.

Ao Ministério Público, o funcionário de Novis afirmou que o dinheiro era entregue a um intermediário identificado como Luís.

Em fevereiro deste ano, o juiz Marcelo Bretas já havia enviado indícios contra Pezão ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) decorrentes de bilhetes de Bezerra. À época, a soma indicava R$ 190 mil. Com informações da Folhapress.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here