Delegado Grogório Ribeiro. (Foto: Gabriel Siqueira/Blog do Carlos Britto)

Responsável pelas investigações acerca do atentado sofrido pelo secretário-executivo da Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA), José Carlos Alves, na manhã de ontem (11), o delegado de Polícia Civil (PC) Gregório Ribeiro informou nesta quinta-feira (12) ao Programa Carlos Britto, na Rural FM, que os trabalhos no intuito de identificar o autor do crime “avançaram satisfatoriamente”, apesar de estarem apenas no início. “A gente está analisando muitas imagens para tentar entender como realmente aconteceu”, frisou.

Gregório também lamentou a fake News sobre a suposta prisão do empresário e dono da Joalina Transportes, Eurico de Sá Cavalcanti (o Leãozinho), como o mandante do crime. O boato teria saído de um blog especializado em notícias policiais, que assegurou não ter sido o responsável pela falsa informação.

Ninguém foi preso até o momento, não temos motivo para prender ninguém. As investigações ainda não avançaram a tal ponto”, declarou. Para não prejudicar o trabalho da polícia, Gregório preferiu não dar detalhes sobre o que a perícia encontrou no local do crime – o Condomínio Sol Nascente, onde mora o servidor da AMMPLA. No entanto, ele adiantou já ter colhido o depoimento de várias pessoas. “Ontem passamos o dia colhendo imagens e ouvindo pessoas próximas à vítima”, afirmou. O delegado reforçou que a linha de investigação da polícia é tentativa de execução, já que nada foi levado da vítima. Gregório reconheceu também que o fato é incomum para a cidade, que não tem rotina de crimes encomendados.

Gregório revelou ainda que o suspeito disparou sete vezes contra José Carlos, que foi atingido por cinco tiros – e não quatro, conforme divulgado inicialmente pela imprensa local. O gestor da AMMPLA foi submetido ainda ontem a uma cirurgia no Hospital da Unimed, para onde foi levado. Ele passou por uma craniectomia (abertura do crânio) para tratar de uma lesão causada pela bala. Ele já está consciente e seu quadro é estável. Após deixar a UTI, José Carlos ainda deverá permanecer internado por, pelo menos, mais uma semana, e uma nova cirurgia não está descartada.

Fonte: Blog do Carlos Britto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here