Foto: divulgação

Um dos representantes da região do Araripe na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), o deputado estadual Antonio Fernando (PSC) viu com bons olhos a inclusão do projeto do Canal do Sertão entre as prioridades do Plano Nacional de Segurança Hídrica (PNSH), lançado na última sexta-feira (12) em Petrolina pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto. “Essa decisão do governo federal foi muito importante, porque, tratado como prioridade, o Canal do Sertão deve ter o projeto executivo realizado com maior brevidade, facilitando o início efetivo das obras”, ressaltou.

O parlamentar também defendeu a manutenção do Canal do Sertão na integridade de seu projeto, garantindo o traçado da obra hídrica de forma a atender, sem exceção, os 17 municípios beneficiados no projeto original, que tem início na barragem de Sobradinho (BA), na Bahia, atravessa os sertões do São Francisco e do Araripe, podendo atender até municípios do Piauí.

Para o deputado, outra questão fundamental será manter a destinação do projeto do Canal do Sertão, com prioridade de implantação das áreas irrigadas para a agricultura familiar e o cultivo de produtos da Cesta Básica. Segundo ele, também há viabilidade de destinação de uma área para grandes projetos agroindustriais, como usinas de cana-de-açúcar irrigada, com alta produtividade. “O mais importante é a geração de emprego e renda na região, já que o canal pode garantir cerca de 350 mil empregos diretos e indiretos”, destacou Fernando.

Fonte

Deixe uma resposta