Em discurso inflamado na Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado estadual Zó (PCdoB), usou a tribuna para apresentar o requerimento de sua autoria, sobre a criação da Frente Parlamentar em Defesa do Rio São Francisco e Contra a Privatização da Eletrobras/Chesf.

Defensor incansável do Velho Chico, Zó ressalta que mesmo com as chuvas nos últimos dias na região, não são suficiente para recuperar o rio, pois é necessário uma série de ações para devolver a pujança que lhe é devida e necessária. O deputado alega que é importante a participação de cada cidadão que mora nas margens do Rio São Francisco, de cada gestor municipal em que o rio passa, de todos os governadores do nordeste e do Governo Federal.

“O rio ao longo dos anos tem histórico de perdas na sua afluência, na mata ciliar, a seca agressiva dos últimos anos, os dejetos que são jogados comprometendo ainda mais a sua situação, uma série de outros fatores, mas veio para a gente uma preocupação muito maior. Pasmem! agora há uma proposta de privatização do sistema Eletrobras que envolve a Companhia Hidrelétrica do São Francisco, Chesf. Você constrói uma empresa grande, constrói uma empresa superavitária, e agora querem entregar a Chesf. Vender a Chesf é entregar as mãos da iniciativa privada para as estatais estrangeiras”, alertou Zó.

A construção da Frente Parlamentar é de extrema relevância não somente para proteger o rio, mas também a sua maior geradora de energia, a Chesf. “Já existe Frente Parlamentar em quase todas as assembleias do nordeste. A Bahia também precisa avançar nessa questão, Vamos defender e nos aliar as demais Frentes para obtermos êxito.

“O que devemos fazer não é entregar o nosso rio, e sim devolver àquele rio a sua vida, a sua pujança, a sua beleza que está sendo retirada. O Velho Chico precisa de pelo menos 8 bilhões em 10 anos, seria cerca de 600 milhões ao ano. Esse investimento é ínfimo diante do retorno econômico que ele oferecerá se estiver revitalizado. Tudo que for revitalizado naquele rio é riqueza. Por isso essa Frente Parlamentar, para barrar a privatização da Chesf e defender o glorioso querido e amado Velho Chico”, Justificou Zó.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here