Desespero começa a bater a porta dos réus da Operação Lava Jato

Um desespero começou a bater a porta dos réus da Operação Lava Jato, conforme as informações do site “O Antagonista”. Segundo a matéria, após o Supremo Tribunal Federal (STF) condenar Nelson Meurer (PP), surgiu um pouco de temor entre os acusados. Gleisi Hoffmann também poderia estar aflita já que o seu julgamento na Corte se aproxima.

A decisão do STF de condenar Meurer pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, ligou um sinal de alerta no Congresso. Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, recebeu um pedido para que fosse instaurada uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) sobre as delações premiadas.

De acordo com alguns parlamentares, existem manipulações sendo feitas nas delações. Os petistas Wadih Damous e Paulo Pimenta, além de outros deputados do MDB, PSOL, PSB, PP PDT, PSD, já entregaram a petição a Maia.

O presidente da Câmara disse que vai analisar o caso e, se for preciso, vai atender o pedido deles.

Decisão dos ministros

A pena dada pelos ministros a Meurer foi fixada em 13 anos, 9 meses e 10 dias de prisão em regime fechado. O condenado também terá que pagar uma indenização para a Petrobras. Este foi o primeiro caso da Lava Jato julgado pela Corte.

Com a restrição do foro privilegiado, muitos processos foram para a primeira instância. Dessa forma, o STF começou a trabalhar com um pouco mais de agilidade. O julgamento de Gleisi Hoffmann também está chegando. A senadora sabe que a situação é muito delicada.

A iniciativa dos parlamentares não deixa de ser uma afronta contra a Lava Jato. Todos sabem que o método de delação premiada é um dos mais usados pelos investigadores.


Post Views:
5

Deixe uma resposta