O diretor-presidente da Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA), Geraldo Miranda, afirmou que a Compesa inventou ao justificar que os serviços na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio não foram iniciados pela falta de uma licença.

De acordo com o diretor, a referida licença  que seria expedida pela agência, seguida da autorização para retirar uma árvore no local do serviço, nem chegou a ser solicitada pela Compesa.

Geraldo informou que chegou a falar com o Gerente Regional da  concessionária de saneamento básico, João Rafael, na segunda-feira (08), pela manhã, mas que a empresa nem tinha dado entrada no requerimento ainda.

“Não foi concertado, não foi porquê tem uma árvore lá. É porquê não são competentes. O  governo é totalmente irresponsável”, disparou.














Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here