O diretório nacional do PSB se reúne nesta segunda-feira, 16. Em pauta, a expulsão do ministro das Minas e Energia e deputado federal licenciado, Fernando Filho. O encontro acontece a partir das 19h, em Brasília (18h em Pernambuco) para deliberar sobre o processo disciplinar aberto em abril contra o ministro.

Dissidente com filiação agendada no PMDB em março do ano que vem por meio da janela partidária,  omo já fez seu pai, o senador Fernando Bezerra Coelho, que trocou o PSB pelo PMDB no mês passado, Fernando Filho voltou a ocupar a cadeira de deputado federal para votar pautas em que o PSB orientou a bancada votar contra.

O ministro foi favorável à reforma trabalhista e disse não à investigação da primeira denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) enviada à Câmara Federal por Rodrigo Janot, então Procurador Geral da República. Uma nova denúncia tramita na Casa contra o presidente e novamente PSB e Fernando Filho devem ficar em lados opostos.

Além do ministro, outros três parlamentares são alvos de processo na executiva nacional socialista. O Conselho de Ética do PSB é favorável a expulsão dos parlamentares. A bancada atual do partido na Câmara Federal é de 36 deputados.

 








Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here