Por ferir as normas estabelecidas em edital, duas músicas inscritas e selecionadas para concorrer ao Festival Edésio Santos da Canção de 2017, foram substituídas pela Organização do Festival, seguindo os critérios de pontuação estabelecidos pela Comissão de Triagem. A nova lista foi divulgada no Diário Oficial do Município nesta quinta-feira  (05).

Duas músicas de Juazeiro-BA, ‘A saudade é uma cela’, de autoria de Dudé Casado, e ‘Nu e Cheio’, de Armando Rafael, deram lugar a ‘Tenha Fé’, de Massay Coelho, de Juazeiro-BA, e ‘Mistérios de Mulher’, de Laécio Beethoven, de Salvador-BA.

As citadas obras, conforme ficou comprovado, ferem o princípio do ineditismo exigido no Edital em seu artigo 6* e seus desdobramentos.

*Artigo nº 6

  1. Da Originalidade e Ineditismo

6.1 Todas as músicas inscritas no Festival Edésio Santos da Canção deverão ser inéditas e originais, tanto na melodia como na letra, tendo esta que ser na língua oficial falada no País.

6.1.1 Entende-se como música inédita aquela que não tenha sido gravada em disco nem tenha concorrido em outros festivais, ou ter sida veiculada em qualquer na internet em quaisquer veículos;

6.1.2 Entende-se por música original aquela não plagiada ou adaptada de outra já existente;

6.3 O não ineditismo e a ausência de originalidade poderão ser apurados através da comissão organizadora ou por denúncia de qualquer interessado, sob a forma escrita, através de termo próprio e no prazo de 48 horas após adivulgação da lista dos classificados. Não serão aceitas reclamações enviadas fora do prazo estabelecido, e a comprovação da irregularidade acarretará na imediata desclassificação da música;

Clique aqui para conferir a lista completa das canções.



Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here